Por: diario | 30/04/2019

Vereadores do Alto Vale aproveitaram a Marcha em Brasília, para buscar recursos para a região.
Os vereadores de Taió, Aroldo Peicher Junior e Jaci de Liz, firmaram cerca de meio milhão em emendas na Capital Federal. “É sempre um dia muito intenso aqui. Estamos bem contentes. As palestras muito boas. Já temos garantidos  o valor com deputados da bancada de Santa Catarina”, disse Jaci.
Segundo ele, o contato com outros vereadores de todo o Brasil permite a troca de experiências valiosas, tanto em ideias de projetos de projetos quanto leis que poderão ser implantadas nos municípios nos próximos anos da legislatura. “São R$ 250 mil do deputado Peninha e R$ 250 mil do Fábio Schiochet para obras de pavimentação de ruas em Taió e mais R$ 45 mil da deputada Geovania de Sá para o nosso hospital”, comemorou Aroldo.

Meio milhão para Turismo de Ituporanga

O deputado Rogério Peninha Mendonça, também solicitou ao Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, recursos para a construção de uma ciclovia em Ituporanga. Serão investidos R$ 1.5 milhão na obra que vai ligar o centro da cidade até o Parque da Cebola, no bairro Cerro Negro.
“Fico muito feliz que o Ministro atendeu o nosso pedido e fez o encaminhamento. A presença dos vereadores aqui certamente é muito importante para mostrar a força dos ituporanguenses”, explica Peninha.
O vereador de ituporanga, Adriano Coelho, agradeceu a atenção do parlamentar. “Como sempre o deputado nos recebeu muito bem em Brasília, independentemente de partido. Em conjunto no gabinete do deputado Peninha, definimos a pauta prioritária para o município e o acompanhamos até o Ministério para fazer o pedido”.
Também participaram da audiência os vereadores de Ituporanga Almir Schafer, Diogo Gastaldi, Claudionei Eyng, Edio Daniel Fernandes e Rodolfo Stadnick Filho.
A Marcha dos Vereadores reuniu cerca de três mil vereadores de todo o Brasil. A programação previu momentos livres para atividades no Congresso Nacional e palestras, painéis e cases com membros do Ministério Público, especialistas em comunicação, prefeitos, entre outros.

 

ERRATA: Na sexta-feira (26), noticiamos que o valor das emendas era de um milhão e meio, fato que não aconteceu, o valor correto é meio milhão!