Por: diario | 1 mês atrás

 

Luana Abreu

 

A Unidade Prisional Avançada de Ituporanga aguarda o novo concurso público para agentes penitenciários para voltar a receber detentos e deve reabrir só a partir de junho de 2020. O prédio, fechado em 2013 depois de uma reforma administrativa no sistema penitenciário estadual, recebia até então cerca de 50 presos e contava com nove agentes.

 

Em 2017, a Justiça determinou que a UPA fosse reativada até janeiro de 2018. O objetivo era amenizar o problema de falta de vagas no sistema prisional catarinense. A determinação não foi cumprida pelo Estado, que alegava déficit financeiro, o que impossibilitava a liberação de recursos para a reforma.

 

No início do ano foram concluídos os trabalhos de melhorias estruturais e ampliação. O investimento, por parte do Governo do Estado, foi de cerca de R$ 370 mil. Depois de reaberta, a UPA deverá receber 70 detentos da comarca, a menos que haja decisão judicial para que o preso cumpra pena em Ituporanga.

 

A unidade foi praticamente reconstruída. As celas ganharam um novo sistema de ventilação, com o objetivo de melhorar a salubridade do local. Além disso, a estruturaganhou uma sala de aula, sala para realização de oficinas, sala para encontros íntimos e local de revista, que é uma área de recepção para os visitantes.

 

Grande parte da cobertura que tinha problemas de infiltração também foi refeita e uma nova rede de água e esgoto construída.
A nova unidade será inaugurada com todos os equipamentos necessários de mobília, informática, telefonia e de segurança. Também deve amenizar o transtorno das famílias em relação às visitas aos detentos, que muitas vezes eram transferidos para outras cidades do estado.

 

Concurso público

 

A prova objetiva do concurso tem previsão de ser realizada ainda neste ano. 600 novos agentes penitenciários devem ser contratados e parte deles irá para unidades que, como no caso de Ituporanga, também serão reabertas.

 

Segundo o cronograma do edital do concurso, a expectativa é de que a unidade receba os novos agentes penitenciários em junho de 2020, quando será concluído o curso de formação inicial. Os candidatos aprovados nesta etapa já estarão aptos a serem admitidos imediatamente.

 

Os presídios femininos de Itajaí e de Tubarão, a Penitenciária Industrial de São Bento do Sul, Unidade Prisional de Segurança Máxima de São Cristóvão do Sul e Presídio Feminino de Joinville também receberão novos agentes. Com a medida, a expectativa é de que sejam criadas 1280 novas vagas no sistema prisional catarinense.