Por: diario | 28/06/2019

Iniciou neste mês, a construção do novo Posto de Saúde no bairro Liberdade, em Trombudo Central. A obra que tem o convênio de R$ 746 mil e cerca de 415 m², vai atender a Estratégia Saúde da Família (ESF) 2. Até então, o Município contava apenas com a uma unidade no Centro e outra que estava funcionando em uma sala emprestada pelo Hospital de Trombudo Central.

De acordo com o secretário de Administração e Finanças de Trombudo Central, Geziel Balcker, anteriormente o Posto de Saúde do Centro atendia duas Unidades Básicas de Saúde. Porém, eles não conseguido manter o atendimento no local, por dificuldades em relação ao cumprimento das regras do Ministério da Saúde. Foi então que em parceria com o Hospital, eles conseguiram uma sala para atender os pacientes da ESF 2. “Nesse meio tempo, a prefeita conseguiu um recurso em Brasília, através do senador Dário Berger, em 2017, para a construção da nova sede, só que nós não tínhamos terreno para fazer este Posto de Saúde”.

Segundo Geziel, a partir de uma parceria com a Câmara de Vereadores, foi possível a compra do terreno. “A Câmara de Vereadores estava guardando dinheiro para construir a nova sede e nós tínhamos um terreno aqui no Centro que não era suficiente para colocar o Posto de Saúde. Então a Câmara devolveu o dinheiro para o Executivo, e nós compramos um terreno de 10 mil m², próximo à Associação do Tamoio, onde está sendo construída a nova unidade e cedemos o terreno que tínhamos para a Câmara”.

O recurso para a obra já está disponível e a intenção é de futuramente, instalar também uma escola no terreno. “O recurso de R$ 746 mil que foi o repasse do Dário para a construção da unidade, já está disponível, então a empresa assim que acabar já vai receber. Como a obra teve concorrência na licitação, ficou em R$723.639,31. A prefeita está trabalhando para também colocar uma escola junto ao terreno”, disse.

A nova unidade foi planejada de acordo com o padrão atual do Ministério da Saúde e a previsão é de inaugurar no início do ano que vem. “Ela vai atender este Posto de Saúde que está locado no hospital e terá toda uma estrutura moderna, adaptada com acessibilidade. A previsão de conclusão desta obra a gente imaginou em torno de oito meses mas o tempo está colaborando, e a empresa quer entregar a obra em seis meses. A gente pretende inaugurar em fevereiro de 2020”.

Prefeitura faz repasse para construção da nova sede da Câmara

A devolução da sobra do Legislativo, que foi utilizada para compra do terreno para construção da nova sede, foi destinada para aquisição do terreno do novo posto de saúde, e em troca, a Prefeitura cedeu outro terreno para que o projeto da construção da Câmara continuasse adiante. A Prefeitura destinou na última semana R$ 127 mil para a Câmara e o montante é resultante de economia do Legislativo de 2018, que foram devolvidos ao Executivo e agora volta para o Legislativo para a construção da nova sede. “Trabalhamos, tanto o Executivo quanto o Legislativo, com bastante transparência nesses anos de mandato e conseguimos administrar os nossos recursos e agora voltar o valor para que a Câmara possa ter a sua própria sede”, disse a prefeita Geovana Gessner.

Repasse mensal ao Hospital

Quando a gestão atual assumiu, o repasse ao Hospital de Trombudo Central era de R$ 23 mil e o Executivo acordou junto da unidade, de aumentar o repasse para R$ 33 mil para o plantão de atendimento. “Só que nós precisaríamos dessa sala para fazer a abertura do Posto de Saúde até que a gente conseguisse fazer um novo no bairro Liberdade. Então ele está dentro do convênio”, completou Geziel.

No entanto, mesmo com a construção do novo posto, o repasse mensal vai continuar. “A ideia é permanecer com o valor para ajudar a manter a estrutura de 24 horas”, finalizou.

Elisiane Maciel