Por: diario | 1 mês atrás

 

Jorge Matias

 

O Executivo de Trombudo Central inicia o ano com uma novidade. Uma ciclovia será construída no trecho que dá acesso à cidade. A obra abrange cerca de dois quilômetros e meio e será realizada em duas fases com um recurso que chega perto de R$ 800 mil, viabilizado por meio de emenda parlamentar do deputado federal Rogério Mendonça, o Peninha.

 

No primeiro estágio, que custará R$ 268 mil aos cofres públicos, aproximadamente 800 metros da via serão revitalizados. Na segunda etapa, os outros 1.800 metros também serão revitalizados junto a sinalização e iluminação de todo o trajeto e o custo será de R$ 500 mil.

 

De acordo com a prefeita, Geovana Gessner (PMDB), a ciclovia era uma demanda antiga do governo, mas que agora será resolvida.

“Essa obra irá otimizar a infraestrutura do município, sobretudo, no que diz respeito a mobilidade urbana, fator essencial para o desenvolvimento de Trombudo Central”, afirma.

 

 

Desafios e ações do governo

 

O Executivo de Trombudo Central têm enfrentado algumas dificuldades para lidar com os gastos públicos, situação encarada pela maioria dos municípios menores, já que a arrecadação é baixa. No entanto, esse cenário não tem impedido que o governo realize algumas melhorias pontuais. Exemplo disso, é o novo Posto de Saúde que está sendo construído no bairro Liberdade e promete decentralizar o acesso à saúde em Trombudo Central.

 

De acordo com a prefeita, o andamento das obras está adiantado e em breve e a população contará com uma nova Unidade de Saúde.

“A obra está 80% concluída e até o mês de maio estará finalizada. O novo Posto de Saúde irá auxiliar bastante, já que o município contava com apenas uma Unidade de Atendimento”, completa.

 

Além da construção da nova Unidade de Saúde, o Executivo retomou no dia 13 de janeiro, as obras na Unidade da Bracatinga. Os trabalhos começaram no último trimestre do ano passado e a previsão para o término é março deste ano.

 

A unidade vai contar com dois consultórios médicos, farmácia, sala de vacina, consultório odontológico e outros espaços, onde serão oferecidas consultas pediátricas, ginecológicas e atendimento clínico geral. Será disponibilizado ainda um equipamento de eletrocardiograma, para evitar que os pacientes tenham que se deslocar até o Centro pra fazer o exame.

 

A nova Unidade Básica de Saúde (UBS) está localizada nas dependências do antigo centro infantil Cantinho do Amor, que foi realocado. A construção foi revitalizada e levou em conta normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (Abnt) e do Ministério da Saúde. De acordo com secretário de Saúde, Alésio Jung, as melhorias na estrutura irão beneficiar moradores de outras localidade.

“A nova unidade também vai beneficiar as localidades de Bracatinga II, Pouso da Caixa, Fruteira e outras que pertencem ao município”, destaca.

 

Câmara veta Finisa

 

Com o objetivo de otimizar a infraestrutura do município, o Executivo de Trombudo Central buscou aderir ao Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) para colocar em prática o projeto que tinha como objetivo revitalizar as seis principais vias da cidade. No entanto, o projeto foi vetado pela Câmara de Vereadores. Dentre as principais vias que seriam contempladas pelo projeto, estava a rua Getúlio Vargas, com cerca de 800 metros de extensão.