Por: diario | 14/05/2019

Inicia hoje (14) e segue até quinta-feira (16) a Semana de Enfermagem promovida pelo Hospital Regional do Alto Vale, em parceria com o Senac e a Unidavi. O evento é criado para homenagear os profissionais da área e pensado principalmente para os profissionais da enfermagem do HRAV, alunos de enfermagem Unidavi e do técnico em enfermagem do Senac. As inscrições encerram quarta-feira (15) e quem não se inscreveu, ainda dá tempo.

Para enfermeira e presidente da comissão organizadora, Anne Karoline Hoffer, encontros como esse é uma forma de valorizar os profissionais e adquirir ainda mais conhecimento. “A intenção em estar proporcionando esse evento é estar valorizando essa categoria que é tão importante, que exerce uma função tão nobre em nossa instituição, prestando cuidados aos pacientes”, ressalta.

A estudante da turma 34 do curso técnico de enfermagem do Senac, Camila Mathias, comenta que já participou duas vezes e esse ano irá marcar presença novamente. “Eu penso que é uma forma de valorizar a nossa profissão, eu estou quase me formando, e participar de um evento como a semana da enfermagem permite que eu consiga aprimorar meu conhecimento e trocar experiências com profissionais já formados. No ano passado foi um sucesso e eu gostei muito de participar, esse ano não vou perder o evento, pois a programação está imperdível”, disse.

Valorização dos profissionais

Questionada sobre a valorização do profissional, não apenas financeiramente mas na sociedade atual ela deixa sua opinião. “Hoje eu vejo que nós principalmente que estamos se formando técnicos, não somos tão valorizados quando se trata do piso salariar, porém o amor pela profissão é o que não nos deixa desmotivar. Existe uma frase que diz assim: “O paciente não é só o paciente, ele é o amor de alguém”, ainda não posso falar sobre a experiência profissional, mas como já estagiei no Hospital Regional durante o curso, quando ia cuidar ou medicar algum paciente, pensava muito nessa frase”, complementa.

Enfermagem por amor

Em relação ao que a enfermagem representa em sua vida Camila, expressa com a palavra felicidade, e além disso complementa contatando sobre a sua experiência durante o estágio. “Para mim a enfermagem não é só cuidar, é o prazer de ver o paciente estar bom, ganhar alta, conseguir se recuperar. É gratificante muito bom ajudar nesse momento difícil da vida deles. Só quem trabalha nessa área sabe como a gente se coloca no lugar de um paciente. Eu me formo em novembro, passei por setores do HRAV e me identifiquei com a maternidade, é o início da vida, você poder fazer parte do primeiro registro de vida do bebê, os primeiros cuidados é muito bom”, contou a estudante.

Tatiana Hoeltgebaum