Por: diario | 27/11/2019

 

Luana Abreu

 

Em breve os moradores de Trombudo Central poderão ter uma surpresa com as obras de implantação do gasoduto do projeto Serra Catarinense. É que a SCGás, pode alterar o trajeto inicial e passar pelo Centro da cidade ao invés de implantar a rede apenas pela BR-470. As mudanças estão sendo avaliadas devido dificuldades encontradas pela companhia na execução dos trabalhos em alguns trechos

 

Segundo o gerente de engenharia da SCGás, Marcos Petri, como o projeto inicial da implantação da rede foi feito há muito tempo, sempre que se inicia um novo lote são necessários novos estudos para analisar a situação do local que vai receber a tubulação. “Nós realizamos um estudo de mercado. Pode ser que naquele local onde inicialmente seriam implantados os tubos tenha uma construção nova ou algum outro impedimento que não estava no projeto inicial”, explica.

 

Detalhes do percurso que ele poderá fazer em Trombudo Central não foram divulgados já que ainda não há um estudo sendo desenvolvido.

 

Projeto Serra Catarinense

 

A implantação da rede de gasoduto no projeto Serra Catarinense vai beneficiar 16 cidades, entre Indaial e Lages, num trajeto de aproximadamente 230 quilômetros. O investimento planejado no projeto inicial, de 2013, é de cerca de R$ 195 milhões.

 

No Alto Vale são duas frentes de serviço que trabalham na implantação da tubulação. Um dos trechos que está em obras vai do km 150 ao 162 da BR 470, entre Rio do Sul e Trombudo Central. Até outubro, haviam sido construídos aproximadamente 9 quilômetros de rede, um investimento estimado em R$ 7,5 milhões. A expectativa é de que esse trajeto seja concluído no primeiro semestre de 2020.

 

Outro trecho que está recebendo as obras é entre os quilômetros 162 a 184 da BR-470 entre Trombudo Central e Pouso Redondo. Até o momento, 4,1 dos 22 quilômetros de tubulação foram implantados no trajeto, que se não for alterado, tem previsão de ser concluído no segundo semestre de 2020.