Por: diario | 02/08/2016

Sindréia Nunes

A principal rua do Centro de Taió, Coronel Feddersen, está sendo revitalizada num trecho de 1,5 quilômetros e uma das mudanças será a limitação de peso para veículos. Como a via conta com vários estabelecimentos comerciais, além de melhorar a fluidez no trânsito a obra deve beneficiar toda a população.

Os recursos para a revitalização são provenientes do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam) do Governo do Estado com a participação da prefeitura na parte de infraestrutura. “Retirada dos materiais, lajotas, colocação de tubos onde precisa, retirada de barro, colocação de pedras, toda essa parte de estrutura a prefeitura ficou responsável, essa seria a nossa contrapartida”, explica o prefeito do município Hugo Lembeck.
A Coronel Feddersen já contava com pavimentação, porém de acordo com o prefeito, as lajotas estavam bastante danificadas por terem mais de 30 anos. “Essa revitalização vai dar uma cara nova para a rua principal da cidade”, destaca. Para agilizar o andamento das obras, os trabalhadores que executam o serviço fazem expediente também aos sábados.

A partir de agora, o trecho já revitalizado da Coronel Feddersen tem limite de peso. De acordo com o setor de planejamento, só veículos leves poderão trafegar pela via, ou seja, veículos com o peso de até 10 toneladas. “A limitação do peso é justamente para a gente evitar de que passem caminhões pesados. Antes passavam veículos com 30, 40, 50, 60 toneladas, não tinha um limite. Nós estamos limitando para que se conserve por muitos anos a nova pavimentação”, ressalta o prefeito.

Além disso, com o desvio dos caminhões do centro da cidade a fluidez do trânsito também deve ser melhorada. “É a rua comercial da nossa cidade, onde tem todas as agências bancárias, Câmara de Vereadores, lotérica, farmácias, então é uma rua bastante movimentada e a retirada dos caminhões vai facilitar muito a trafegabilidade”, acrescenta Hugo.

O prefeito diz que as obras não devem ser concluídas por completo até o final do ano, mas destaca que mesmo assim os recursos já estão garantidos. “Outros prefeitos já tentaram e não conseguiram, ou por falta de recursos ou falta de coragem talvez porque dá transtorno. Tem algumas pessoas que criticam, mas depois acabam vendo que a situação ficou bem mais bonita do que estava”, afirma.

Placas de sinalização estão sendo postas para orientar o condutor quanto a nova normatiza do trânsito da rua principal do município, o motorista que desrespeitar as normas poderá ser multado. Câmeras de monitoramento ajudarão a fiscalizar o trânsito. De acordo com a resolução 471 e 532 do Contran, a autoridade competente pode emitir multa ao infrator, mesmo por vídeo monitoramento.

O comerciante Ivan Lima, que tem uma loja na Coronel Feddersen, afirma que a obra também deve evitar problemas futuros. “Os canos da Casan já estavam enferrujados, e toda hora tinha que abrir um buraco no meio da rua para arrumar, agora eles botaram essa tubulação toda nova de plástico, é uma coisa que não vai incomodar tanto”, afirma.

Outro ponto que Lima destaca como importante é que a revitalização está sendo feita com paver e não asfalto, isso porque caso seja necessário fazer alguma manutenção na tubulação o acesso será mais fácil. “Se desse um problema em um cano eles teriam que cortar o asfalto para arrumar, então esse paver é o melhor que tem”.
Os comerciantes também pagaram para que seja feito a reforma dos estacionamentos o que deve dar mais comodidade aos clientes. “Ficou bonito, acredito que a hora que der uma chuva, que lavar bem e as pedras ficarem limpas, vai ficar bom”, fala Lima.

Ele ainda afirma que a obra era uma necessidade já que a pavimentação antiga estava bastante danificada. “A lajota já estava bem esfarelada, cada caminhão que passava era visível a poeira”, finaliza.