Por: diario | 24/04/2018

As associações de moradores dos bairros Bela Aliança, Bremer, Rainha, Navegantes, Barra do Taboão e Taboão, tem feito ao longo dos últimos seis anos, diversas ações reivindicando a revitalização da Estrada Blumenau. Entre elas abaixo-assinados, panfletagem, carreata, outdoor´s, participação em audiências públicas e entrega por ofício dos pedidos nas mais diversas esferas do governo.

O movimento solicita uma reestruturação completa da via, melhorando a circulação para veículos e a segurança de pedestres e ciclistas, hoje bastante comprometida. Essa reestruturação abrange uma nova camada asfáltica, duplicação, ciclovia, acostamento, sinalização adequada, adequação de pontos de ônibus e melhoria de acesso aos bairros, com a concepção no projeto de uma ponte para tráfego pesado ligando o bairro Bela Aliança à BR-470, via bairro Navegantes, o que facilitaria o fluxo, pois a mais próxima fica a quase cinco quilômetros, gerando um gargalo na entrada principal da cidade.

E depois de seis anos de reinvindicação, foi entregue nesta segunda-feira (23), no Salão da Capela Santo Antônio, no Taboão, o Projeto de revitalização da Estrada Blumenau. “A gente já está a mais de seis anos nesse movimento, ele começou através da união das associações daquela região. Tentamos juntar forças das associações pra conseguir esse projeto e ao longo desse tempo, tivemos várias ações para conquistar o projeto”, contou o presidente da União das Associações de Bairros de Rio do Sul, Marco Aurélio Demarch.

Marco Aurélio explicou que as melhorias virão diretamente para as pessoas, tanto as que se deslocam a pé, de carro, moto ou bicicleta, pois terão mais segurança e ganharão mais qualidade de vida.

Em 2016, foi apresentado a todos os candidatos à prefeito e vereador do município o pedido para que tivessem o compromisso com a realização da obra para Rio do Sul. “Há dois anos, fizemos uma reunião com todos os candidatos a prefeito e vereador, e pedimos o compromisso deles. E hoje o Thomé está à frente e assumiu esse compromisso, e depois de todos esses anos vamos conseguir o projeto finalmente”, desabafou o presidente.

Marco concluiu dizendo que o movimento continuará cada vez mais firme. “Vamos incentivar a comunidade também para que ela cobre efetivamente, para que tenha resultado e que esse projeto saia do papel”, finalizou.

O Projeto

O secretário de Infraestrutura, Fábio Alexandrini, explicou como vai funcionar a revitalização. Depois da Rótula da Bicicleta, será ampliado a via. Ao invés de via simples, vai se tornar dupla, e logo à frente, onde passa o Rio, terão duas pontes, uma baixa e uma alta para fugir das cheias, com a ideia de passar da cota de enchente da região. Esse percurso de ampliação segue até a Vedamotors.

“Enquanto isso, será feito a ponte grande e nova. Estamos trabalhando para que se contemple uma ponte e que já fique o espaço previsto para a segunda ponte, e depois se faz o projeto de ligação dessas duas partes. Enquanto a gente revitaliza a via de baixo, libera a de cima, e depois se vai trabalhando trecho a trecho até concluir”, completou.

Fábio explicou que nesse momento está sendo apresentando a versão final do projeto, e agora será mais o tramite burocrático para que possa ter a liberação de recursos. Parte dos recursos serão oriundos do programa Avançar Cidades. “Foi feito o cadastro do projeto lá, e também nesse Avançar Cidades nós teremos uma busca de recursos para fazer a ponte Leste”, disse.

Nesta primeira fase, a revitalização não chega até a ponte Leste. Terá de ser feita a duplicação um pouco à frente da Vedamotors, enquanto se constrói a ponte. “Depois você faz o trecho de ligação. Não pode querer fazer de lá para cá porque não tem eficiência nenhuma, tem que fazer na prática como se fosse um prolongamento da Estrada Blumenau, como a Aristiliano Ramos e a Oscar Barcelos”, explicou.

Um pouco pra frente da Vedamotors, está sendo planejado uma rótula, para que se possa fazer o retorno. Além do que é previsto – um retorno na rua baixa para veículos leves–, será feito um acesso ao bairro Taboão para quem vem sentido Bela Aliança/Centro, e a rótula principal onde está a Escola de Educação Básica Luís Ledra. “Ali foi previsto um alargamento grande, a rótula ficará com um formato quase oval, mas é previsto que a gente tenha espaço para estacionar até cinco ônibus para embarque e desembarque dos alunos e como a rótula vai ser bem grande, vai ter espaço de estacionamento pro pessoal do colégio, com cerca de 18 vagas no corpo da rótula e espaço para cerca de 40 de motos”, adiantou.

Fábio disse que o projeto, foi parceria dos engenheiros e arquitetos da prefeitura com a equipe de engenheiros da Associação de Municípios do Alto Vale do Itajaí (AMAVI).

O custo total da obra estimado pela tabela do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi), é de R$ 8,2 milhões, e neste primeiro momento, será trabalhado com R$ 6 milhões, “até porque quando você licita, esse valor é referencial, e vai permitir mais alguma emenda parlamentar para complementar esse projeto”, completou.

“Nós estaremos desenvolvendo mais aquela região, haja visto que hoje já tem um transito muito grande da população local, mais todo o fluxo que vem dos municípios de Lontras e de Presidente Nereu, que fazem a utilização da Estrada Blumenau, que é uma das mais antigas do Estado”, concluiu.

História das reivindicações

No ano de 2016, além de uma carreata, foram feitos novos encaminhamentos dos ofícios à todas esferas do governo, solicitando principalmente a alocação de recurso no orçamento do próximo ano para execução da obra, sendo que foi realizada uma reunião no dia 23 de maio, onde foi entregue aos representantes e ao prefeito, um ofício solicitando o projeto da revitalização num prazo de 120 dias e a referida alocação de recurso no orçamento municipal, o que infelizmente não foi atendido.

As associações contemplam uma área com aproximadamente 15mil moradores e tem um fluxo diário aproximado de 20 mil veículos. Esse montante de moradores e fluxo de veículos é maior do que muitas cidades do Alto Vale.

Elisiane Maciel

Receba primeiro as notícias do Jornal Diário do Alto Vale, faça parte do grupo de Whatsapp. Clique aqui