Por: diario | 27/11/2019

 

Um novo conceito em saúde! É com essa premissa que inaugurou no sábado (22), a Rede Doc em Rio do Sul. Trata-se de um modelo inovador de clínica de saúde e que já iniciou os atendimentos nesta segunda-feira (25), no 3º andar do edifício Arcangelo Bazzanella, na rua Tuiuti, nº 245, próximo ao Hospital Regional, no Centro. A Rede possui uma estrutura ampla, com atendimento humanizado, empático e acessível.

Serão oferecidas em torno de 10 especialidades médicas e as consultas variam entre R$ 35 à R$ 175, dentre as áreas de Psiquiatria, Pediatria, Oncologia, Ginecologia, Medicina Ocupacional, Clínica e Cirurgia Geral, Médico dos Olhos e Exames Complementares como eletroencefalograma, eletrocardiograma, espirometria e acuidade visual.

 

Os sócios Camila, Tainá e Hélcio Laurindo Júnior são naturais de Ituporanga e decidiram fazer a diferença na sociedade em que vivem, ao proporcionar o acesso à saúde ao maior número de pessoas possíveis. Conforme Camila, seu primeiro contato com a saúde ocorreu em 2016, quando ingressou no funcionalismo público, no Centro de Atendimento Psicossocial (Caps), de Rio do Sul. “No Caps eu percebi uma demanda reprimida e desassistida entre o SUS e os consultórios particulares, entendi que era preciso fazer a diferença” afirmou.

 

Após analisar o mercado e as possibilidades emergentes, foi a vez de buscar capacitação. Apesar da formação e especialização em direito, a sócia procurou conhecimento na área e atualmente está se capacitando em Gestão de Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein, conhecido como um dos melhores do Brasil. “A pesquisa sempre fez parte do nosso projeto. Fomos a campo para entender como nós poderíamos trazer saúde para essa população que tem uma demanda reprimida e que não tem condições de realizar um tratamento particular efetivo”, completou Camila.

 

O médico clínico geral, doutor Luis Raphael Amazonas Vieira Souto Ferreira, é o diretor técnico da Rede Doc, ele conta que a empresa tem uma forma única de empreender e trazer soluções para a sociedade. “Prontamente eu me disponibilizei para desenvolver esse projeto. Nosso corpo clínico é extremamente capacitado, conseguimos trazer profissionais de excelência da região com o objetivo de agregar valor e sanar essa demanda da população que não tinha acesso ao atendimento privado” comentou.

 

Projeções e expectativas

 

Os sócios têm o objetivo de expandir o negócio para outras cidades com o mesmo perfil de Rio do Sul. Camila comenta que o projeto da empresa foi pensado para ser um modelo replicável e de fácil inserção. “Pesquisamos o mercado, ouvimos as pessoas e observamos as demandas, por isso estamos dispostos a abrir o mercado para outras cidades estratégicas”, assegura.

 

A Rede Doc inicia um trabalho que oferece consultas médicas acessíveis à maior parte da população. Esse é um modelo de clínica diferenciado na região do Alto Vale e atenderá pacientes que não têm condições de bancar um tratamento privado e da mesma forma não dispõe de tempo para esperar pelo (SUS). A Rede Doc é uma empresa que inicia em Rio do Sul, com conceito de ser acessível, disponível e popular.