Por: diario | 29/05/2018

Só durante o mês de maio já foram anunciadas 12 altas e quatro quedas no preço da gasolina. Na semana passada, o preço médio da gasolina nos postos do país atingiu novas máximas no ano, segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Combustível (ANP).

O preço médio do litro de gasolina para os consumidores ficou em R$ 4,284, ante R$ 4,257 na semana anterior. Com o novo aumento, a gasolina acumula alta de 4,51% desde o início do ano. A decisão de repassar o aumento do valor do combustível cobrado nas refinarias para o consumidor final é dos postos de combustíveis.

Nessa segunda-feira (28), A Petrobras anunciou um novo reajuste no preço da gasolina nas refinarias. O preço do litro da gasolina cairá 2,84% a partir desta terça-feira (29), passando de R$ 2,0096 para R$ 1,9526. Já o preço do diesel segue congelado em R$ 2,1016, conforme anteriormente anunciado.

 

Receba primeiro as notícias do Jornal Diário do Alto Vale, faça parte do grupo de Whatsapp. Clique aqui 

 

Segundo a petroleira, durante esses 15 dias a perda estimada para a Petrobras será de cerca de R$ 350 milhões, com um impacto no caixa de R$ 100 milhões. Esse valor não será recuperado pela empresa, mas, também segundo estimativas da petroleira, se houvesse interrupção total da produção nas refinarias, a Petrobras registraria perda diária de R$ 90 milhões.

 

Tatiana Hoeltgebaum