Por: diario | 11/12/2018

O prefeito de Vitor Meireles, Bento Francisco Silvy (PP), foi eleito presidente da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi), durante a assembleia geral realizada em Agronômica. Ele assume a entidade em janeiro de 2019 e a nova Mesa Diretora ainda terá como primeiro vice-presidente, o prefeito de Presidente Nereu Isamar de Mello (PP). Já no último ano do mandato dos atuais prefeitos, ficou acordado que a presidência será compartilhada entre Jonas Pudewell, de José Boiteux e Joel Longen, de Petrolândia, ambos do PSD.

Após a eleição Bento comentou que desde a instalação da Amavi, esta será a primeira vez que um prefeito de Vitor Meireles vai assumir a presidência, o que para ele, traz muito orgulho.

“Para mim é um orgulho. Nosso município é tão pequeno, mas tem dois deputados, e todos os prefeitos que passaram por Vitor Meireles tiveram vontade de serem presidentes, mas não tiveram a oportunidade, e agora estou tendo a oportunidade, também porque luto por meus ideais”.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Para 2019, o presidente eleito pretende dar continuidade aos trabalhos já realizados desde 2016, em especial, a construção da nova sede, que vai abrigar a Amavi, União de Câmaras e Vereadores do Alto Vale do Itajaí (Ucavi) e Câmara de Vereadores de Rio do Sul.

“Quero dar continuidade ao que o Betão [Humberto Pessatti] fez em 2017, e o que o César Cunha fez em 2018, que são originários das necessidades que a Amavi tem, que é coordenar o trabalho em benefício de todo o conjunto dos 28 municípios. Agora nós temos uma união para a construção do novo prédio, que vai sediar a Amavi, Ucavi e Câmara, e tantos outros projetos que serão necessários, nós estaremos à frente para alcançar os objetivos”.

O prefeito de Agronômica, César Luiz Cunha (PSDB), que deixa a presidência em janeiro, mas que foi eleito 2º vice-presidente para 2019, avaliou como positivo o mandato de 2018, inclusive citando que em 2019 a construção da nova sede deve iniciar.

“A experiência de ser presidente da Amavi foi muito boa, foi muito gratificante e só tenho a agradecer a confiança que todos os presidentes depositaram na gente. Nós conseguimos colocar em prática a fiscalização de produtos agrícolas, que já está com médica veterinária contratada e trabalhando inclusive e a ampliação dos espaços da Amavi, Ucavi e Câmara, nós já finalizamos todos os projetos, conseguimos aprovação da prefeitura de Rio do Sul, Corpo de Bombeiros, e a licitação da obra ocorreu nesta sexta-feira (7), mas não foi concluída porque houve uma impugnação de uma empresa que se sentiu prejudicada. Mas, de qualquer maneira a obra vai acontecer em2019”.

A nova diretoria além de Bento, Isamar e César, terá como tesoureiro-geral o prefeito de Rio do Oeste, Humberto Pessatti (MDB), tesoureiro o prefeito de Laurentino, Gilberto Marchi (PSDB), como secretário-geral o prefeito de Rio do Campo Rodrigo Preiss (PT), e secretário, Joel Longen (PSD), de Petrolândia.

Elisiane Maciel