Por: diario | 25/05/2017

Santa Catarina encerrou o primeiro trimestre de 2017 com alta nas exportações de carne suína e de frango. O estado exportou 307,2 mil toneladas e o faturamento superou os US$ 596,4 milhões. O grande destaque foi a carne suína, que teve um crescimento de 23,6% na quantidade exportada e de 66,8% no faturamento em relação ao mesmo período de 2016.

Como maior produtor e exportador de suínos do Brasil, Santa Catarina vive uma boa fase nas exportações do produto – e Atalanta é uma das cidades que mais contribui para esses índices. Para isso, a atenção à esse tipo de produção é intensa na cidade.

No dia 18 e 19 de maio, foi realizado em Atalanta, na sede da associação Ribeirão das Pedras II, o curso “Processamento de Carne Suína” realizado pelo Senar do estado de Santa Catarina.

O curso teve por objetivo ensinar e orientar os produtores sobre a maneira ideal de se realizar cortes de carnes suína para processamento. Dentre as atividades práticas que foram efetuadas, foi fabricado salame, linguiça, presunto, bacon, hambúrguer e outros derivados, demonstrando maneiras de agregar valor à carne suína e melhorar o aproveitamento de carcaça. O curso beneficiou 15 produtores rurais que irão poder utilizar na propriedade rural os novos conhecimentos.

Nadine Kowaleski Ribeiro


[VÍDEO] Caminhão pega fogo na Serra da Santa em Pouso Redondo

APAE de Taió corre o risco de fechar as portas

Prazo de alistamento militar encerra no próximo mês; Confira os endereços do Alto Vale para se alistar

Samária adere à Assinatura Solidária