Por: diario | 1 mês atrás

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou ontem (18) a Operação Semana Santa 2019 que segue até o domingo (21), período que terá fiscalização intensificada nas rodovias federais de Santa Catarina para tentar reduzir o número de acidentes durante o feriado de Páscoa. No Alto Vale a expectativa é de que a Sexta-feira Santa seja o dia de maior movimento e que possa haver lentidão na BR-470 em alguns pontos.

De acordo com o policial rodoviário federal, Manoel Fernandes Bitencourt, a PRF/SC deve receber reforço de 16 policiais de outros estados e alguns devem atuar diretamente na BR-470 na região de Blumenau. Além disso, agentes que trabalham em outras áreas, como administrativa, serão remanejados para atendimento em rodovias do Litoral e Vale do Itajaí, que exigem maior atenção.

Mesmo sem mudança no efetivo em Rio do Sul, ele conta que a ideia é focar o trabalho para tentar coibir condutas dos motoristas que aumentem as chances de acidentes. “Comportamentos que possam resultar em acidentes, ou seja, principalmente ultrapassagens indevidas, ultrapassagens forçadas, excesso de velocidade e embriaguez ao volante”, revela.

O policial afirma que a fiscalização também vai estar atenta ao uso do cinto de segurança pelos motoristas e todos os passageiros dos veículos. “O não uso do cinto não provoca acidentes, mas se ele acontecer, o cinto tende a diminuir a gravidade e o risco das pessoas se machucarem”, completou.
Manoel afirma ainda que o feriadão de Páscoa no Alto Vale também tem uma característica em que o movimento é bastante intenso sentido ao interior. “Às vezes até mais do que o Litoral, em função de que é um feriado religioso em que as pessoas visitam as famílias, então nossa expectativa é de movimento intenso na Sexta-feira Santa para o interior e no domingo [21] em direção ao litoral com as pessoas voltando para casa. Acreditamos que da metade da tarde para início da noite teremos muita gente trafegando na BR-470”.

Ele finaliza dizendo que a recomendação da PRF para os motoristas é a mesma de outros feriados como ter paciência, manter a distância dos outros veículos para evitar colisões traseiras, evitar consumo de álcool, evitar ultrapassagens forçadas e pelo acostamento que ainda são bastante comuns em dias de congestionamento. “Essas condutas ajudam até mesmo na fluidez do trânsito porque se a pessoa vai ultrapassar pelo acostamento, congestiona mais ainda e dá um efeito contrário do que o motorista espera”, finaliza.

Mortes em 2018

Em 2018, quatro pessoas morreram em acidentes em rodovias federais catarinenses no mesmo período de recesso. Ao todo, foram registrados 127 acidentes com 118 feridos.

Helena Marquardt