Por: diario | 07/11/2018

O presidente do Partido Social Liberal (PSL) de Taió e membro do diretório estadual, Marco Vinicius Pereira de Carvalho, concedeu entrevista ao Diário do Alto Vale e contou quais são os planos do partido no estado e que de momento, a ampliação de diretórios ficará para segundo plano.

Ele explicou que o PSL de Santa Catarina é o mais organizado do Brasil, pois conseguiu formar 180 diretórios em apenas seis meses, mas que agora, o diretório estadual deliberou por não montar novos diretórios municipais e decidiu que o objetivo atual, é focar em oferecer suporte para o governador eleito Carlos Moisés da Silva.

“Estamos articulando bastante coisas, mas nosso foco principal hoje não são os diretórios municipais. Nesta sexta-feira [9] teremos uma reunião em Águas Mornas com o diretório que já está criado e com os deputados eleitos. A gente deve retomar essa atividade de criação de novos diretórios de uma maneira mais paliativa. Mas a ideia é no mais tardar até março de 2019 a gente estar presente em todos os municípios de Santa Catarina”. No Vale Oeste, Rio do Campo está na lista de municípios, para a criação dos diretórios.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

O presidente contou ainda que muitas pessoas têm ligado e estão interessadas em fazer parte dos diretórios, mas que quando o partido fazer está criação, será muito criterioso quanto ao recrutamento dos membros.

“Porque nós temos identificado muitas pessoas de outros partidos querendo migrar para o PSL, talvez querendo aproveitar uma onda já pensando em 2020. Mas seremos muito criteriosos para essas pessoas que demonstrarem interesse em participar dos diretórios. Quanto ao partido nem tanto, porque as pessoas hoje podem se filiar até pela internet”.

Quanto à expectativa com o Governo Moisés, ele diz que como membro do diretório e candidato ao Senado junto com Lucas Esmeraldino, vai lutar pela ligação asfáltica da região com a BR-116.

“Pessoalmente eu tenho um compromisso com a região de lutar e defender isso tanto no âmbito federal quanto no estadual, que eu acho que é primordial para a nossa região a ligação pavimentada com a BR-116. Eu devo isso à região, pois sou o representante e vou continuar defendendo essa bandeira. Penso que a nossa região merece sair deste gargalo que é a BR-470 e o desenvolvimento da região do Vale Oeste passa por esse acesso, o que viabilizaria muito a economia”.

Ele finalizou dizendo ainda, que espera tanto do Governo Federal quanto do Estadual, que façam uma gestão diferente da atual.

“Precisamos de uma gestão sem “toma lá dá cá”, sem troca de favores, trabalhar de maneira técnica e de maneira justa, sem beneficiar “A” ou “B’, mas olhar por toda Santa Catarina e por todo o Brasil. Eu tenho conversas adiantadas com pessoas ligadas à outros países, e se o Magno Malta de fato for ministro do Desenvolvimento Social e dos Direitos Humanos, nós já temos algumas tratativas com pessoas que melhorarão a tecnologia e outras áreas”.

Elisiane Maciel

Veja também as últimas atualizações: