Por: diario | 28/07/2017

O município de Rio do Campo, que tem Rodrigo Preis (PT) à frente do Poder Executivo pelo segundo mandato consecutivo, planeja desde já as ações que irá realizar com os recursos do Fundo de Apoio aos Municípios 2 (Fundam 2). Este recurso foi anunciado recentemente pelo governador Raimundo Colombo, e está sendo visualizado pelos gestores municipais de Santa Catarina como um meio para equilibrar as contas públicas e para apresentar realizações neste ano conturbado economicamente, que está sendo 2017.

O petista diz que a conversa com os legisladores municipais, para articular o futuro do recurso e sua chegada, tem sido o caminho tomado neste momento de espera até a concretização da promessa de Colombo. Inclusive, para que influenciem os deputados de sua base partidária a colaborarem na distribuição de suas cotas do Fundo. “Temos conversado com os vereadores, para que falem com seus parlamentares, pois a princípio o governador já sinalizou um valor na casa dos R$ 800 mil. Cada deputado parece que vai ter uma cota pra ajudar”, diz o prefeito.

Porém, Preis salienta que o caminho a ser percorrido para a chegada do dinheiro ainda não está bem definido pelo governo do Estado. “Parece que todos os municípios irão receber. Isso ainda não está bem claro para a gente, então estamos conversando para que cada vereador, junto com seu deputado, e o valor total para definir o que será feito para o município”, ressalta o chefe do Executivo.

Prioridades

Conforme analisa o prefeito reeleito com quase 52% dos votos em Rio do Campo, as prioridades neste momento para a cidade serão duas em especial. “Pelo o que temos conversado, provavelmente será um bom dinheiro investido em pavimentações. A gente só vai definir os locais, as ruas, em conjunto com quem colaborou para arrumar este recurso”, afirma Preis.

Ele ainda destaca a área da Saúde como importante pilar a ser contemplado com a verba oriunda do Fundam 2. “É importante para ajudar a manter a Saúde do Município. Tivemos algumas dificuldades no hospital, este dinheiro vem para o caixa da Prefeitura, mas vamos tentar ajudar o nosso hospital”, disse.

O prefeito concluiu a entrevista ao Jornal Diário do Alto Vale falando que muitos planos a serem executados em 2017 e 2018 já foram almejados em sua gestão anterior. “Concluímos as obras dos postos de saúde, nesse primeiro semestre construímos uma escola também. Então, tudo encaminhado no primeiro mandato, todos já funcionando. Inclusive, ao hospital, dobramos o repasse que era de R$ 25 mil para R$ 50 mil. Estamos fazendo alguns investimentos importantes para a comunidade”, finaliza Preis.

Airton Ramos