Por: diario | 15/06/2018

O prefeito em exercício de Rio do Sul, James Rides da Silva, recebeu o cargo de prefeito da cidade, e terá as atribuições legais como chefe do Poder Executivo Municipal válidas até o dia 17 de junho.

E hoje, o prefeito em exercício estará firmando um convênio que beneficiará a população. Trata-se de agregar as corporações do Samu Municipal e Estadual, junto do Corpo de Bombeiros Militar de Rio do Sul.

O ato acontecerá juntamente com o Comando do Corpo de Bombeiros de Rio do Sul, Secretaria de Saúde, para que seja assinado o convênio e o Samu sairá da residência que está hoje e utilizará as instalações do Corpo de Bombeiros.

De acordo com James, o Corpo de Bombeiros recebeu a responsabilidade do Estado em gerenciar o Samu Estadual.

 

Receba primeiro as notícias do Jornal Diário do Alto Vale, faça parte do grupo de Whatsapp. Clique aqui 

 

“Nos municípios em que possuem Samu eles estão agregando e vindo junto. Então nós estamos criando este convênio, para trazer o Samu Municipal de Rio do Sul, se unir com o Corpo de Bombeiros Militar juntamente com o Samu Estadual, que inclusive já está trabalhando em coordenação única”, explicou.

Um dos benefícios será a logística de não precisar deslocar duas viaturas para uma mesma ocorrência quando essa for menor, por exemplo quando tiver somente um motociclista para ser conduzido. Outro benefício será o tempo resposta, como quando acontecer um acidente de maior gravidade, “estarem todos os serviços no local, para o tempo de resposta ser único, e não ser preciso várias comunicações buscando um aqui outro lá. O plano, o atendimento e o tempo resposta excelente que o Bombeiro Militar tem hoje no Estado, que é elogiado por toda comunidade, juntamente com a excelência de trabalho do Samu Municipal e Estadual, que possui médicos, técnicos de enfermagem e medicação, vai só trazer benefícios. Nós estamos unindo o útil ao agradável”, completou o prefeito.

James disse ainda que a melhor coisa que existe no atendimento e tempo resposta, é ter a melhor equipe de emergência em atendimento e medicação em um único local para melhor atender a população.

Outra ação muito importante, ligada direta à Segurança Pública, é o trabalho de aquisição de duas armas de maior calibre, com poder de fogo maior das que são utilizadas hoje pela Polícia Civil de Rio do Sul.

A Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, fez uma aquisição de 200 armas deste porte, e vai receber a autorização do Exército e treinamento para as pessoas que vão usar. “E o Legislativo entendeu a importância disto para Rio do Sul, viu a importância dessa aquisição, fez uma ação solidária apartidária com todos os vereadores e vai repassar o valor em dinheiro para o Executivo para a firmação deste convênio, em uma conta específica da Polícia Civil, que se encerra quando entregarem as armas e os quatro agentes junto do Delegado Valério de Rio do Sul”, explanou James.

“Nós estaremos também trabalhando na segurança, armando nossos policiais civis para enfrentar o que tem acontecido na região, como explosões em caixas eletrônicos. As pessoas que vêm nessas ações chegam com fuzis de alto calibre e a polícia não possui muito poder de fogo e acaba passando por situações de risco de vida. É uma ação preventiva, ela traz benefícios e nossos policiais estarão guarnecidos com equipamentos”, concluiu o prefeito em exercício.

Elisiane Maciel