Por: diario | 21/03/2017

Urbano José Dalcanale comanda o Poder Executivo de Agrolândia com a bagagem e experiência de quem já foi duas vezes vice-prefeito e conhece a realidade fiscal da cidade, bem como os anseios da população. Prestes a completar seu terceiro mês como prefeito, o peemedebista, que venceu as eleições com quase 77% dos votos, conversou com a reportagem do Diário do Alto Vale para expor sua filosofia de trabalho e as principais realizações deste período, pontuando que o foco de seu governo é a excelência nos serviços e obras públicas.

Urbano definiu seu governo como “um mandato que inicia com muitos desafios”, segundo ele, principalmente na área da saúde. Hoje o município tem uma grande demanda por consultas e exames, e a gestão atua para colocar em dia a fila de espera, que chega a ter pessoas esperando o atendimento há dois anos. “Estamos diminuindo estas filas de espera da seguinte forma, contratando através do Cis Amavi [Consórcio Intermunicipal de Saúde] esses exames e consultas especializadas, reavaliando, e contatando os pacientes para sabermos se eles ainda buscam esse atendimento. Assim, queremos atender as pessoas que realmente estão precisando”, afirmou o prefeito.

Outro fator preocupante na saúde da cidade é a situação financeira do hospital, que é administrado por uma fundação, mas mantido com recursos da prefeitura. “A gente refez o convênio que o município mantinha e aumentamos os valores [repassados]. Vamos passar durante o ano R$ 1.435.000 para que se mantenha sua estrutura de atendimento durante o dia e também à noite, que é quando as unidades de saúde estão fechadas”, destacou Urbano.

A Unidade de Saúde de Três Barras é uma conquista da população que já está se tornando realidade, segundo o gestor. “A gente pretende inaugurar ela no mais curto espaço de tempo. Estamos comprando mobiliário, estamos buscando a instalação de energia elétrica e também readequar aquela unidade, que foi quase concluída ano passado, mas apresentou problemas na construção. Então, estamos buscando isso aí para que a gente possa ter o atendimento no bairro. São atos que a gente pensa que vão melhorar o atendimento”, enfatizou.

A nova gestão municipal ainda tem trabalhado na criação de vagas na Educação Infantil, pois a estrutura que Agrolândia conta hoje, já não suporta mais o grande número de alunos, gerando filas, principalmente por colocação nas creches. “Temos conversado com a Secretaria de Educação e estivemos reunidos para readequarmos algumas salas [de aula], aumentar esse atendimento e poder suprir essa necessidade. Nossos Centros de Educação Infantil estão praticamente todos lotados, as estruturas que nós temos já não atendem mais a demanda que o município apresenta. Precisamos melhorar esse atendimento”, falou Urbano.

Apesar deste alarmante quadro por vagas nos Centros de Educação Infantil (CEI), os pais tiveram uma importante notícia este ano. Trata-se dos atendimentos em caráter de plantão nas creches, com dias e horários alternativos, possibilitando que os responsáveis tenham onde deixar as crianças em segurança para poderem trabalhar. “Vamos manter isso durante todo nosso mandato, porque é muito importante os pais terem onde deixar seus filhos para irem trabalhar”, afirmou o peemedebista.

Após um início de ano com bastante dificuldade, Urbano revelou que a Secretaria de Obras tem conseguido efetuar um bom trabalho de prevenção e manutenção nas estradas do município. Com relação à Agricultura, importante na economia de Agrolândia, são mantidas pelo poder público diversas formas de incentivo e serviços ao produtor rural, como médico veterinário, entre outros. Destaca-se ainda o projeto do prefeito para fomentar o crescimento das oportunidades na cidade e, para isso, Urbano conta com um secretariado de Desenvolvimento Econômico técnico. “Já estamos trabalhando em conjunto com entidades empresariais[…] vamos rediscutir o nosso trânsito e também implantar alguns projetos para planejar a cidade para daqui cinco ou dez anos. A gente quer fazer isso junto aos segmentos que movimentam a economia e geram emprego”, concluiu.

Airton Ramos