Por: diario | 19/10/2017

O prefeito de Aurora, Afonso Maria Souza, o Fumo (PMDB), é acusado de arremessar um tijolo contra Jairo Stüpp, que é servidor público no município. O tijolo acertou o veículo conduzido por Stüpp, quando estava manobrando para estacionar dentro do pátio da Prefeitura de Aurora, onde trabalha. O fato ocorreu no dia 11 de outubro, por volta das 17h.

Conforme o Boletim de Ocorrência registrado por Stüpp na Delegacia de Polícia de Aurora, quando o prefeito avistou o veículo dentro do pátio disse: “tu tá me tirando pra bobo”. Segundo relato, Fumo pegou um tijolo e bateu com o mesmo no vidro lateral traseiro, danificando o veículo.

“O tijolo acertou o carro, só não chegou a quebrar o vidro, mas ficou com as marcas”, conta Stüpp. Um adesivo no carro, que trazia a frase “Amigos do Mazinho para sempre”, teria motivado a fúria do prefeito. Fumo teria proibido que veículos com adesivos políticos fossem colocados no pátio da Prefeitura. “Todo mundo entra no pátio para fazer serviços na Secretaria de Agricultura, que é um dos órgãos que ficam dentro do pátio. Pessoal vem para tirar bloco de notas, vem me consultar, pois sou técnico agrícola concursado há 25 anos no município”.

Segundo ele, a proibição do prefeito foi verbal, e ele estava obedecendo. “Às vezes não tem vaga na frente da Prefeitura e coloco no pátio, como todo mundo faz. Inclusive o carro do prefeito, que tem propaganda política, com número de partido e tudo, diferente da nossa manifestação, que faz homenagens a uma pessoa”.

Jairo Stüpp disputou o cargo de vice-prefeito na eleição municipal do ano passado, na chapa encabeçada pelo ex-prefeito Vilmar Zandonai, o Mazinho, que faleceu em julho deste ano. Para o servidor, essa foi outra motivação. “Ele ficou bravo porque eu disputei a eleição contra ele, mas nada justifica a agressão, por isso registrei o B.O.”, lamenta.

O que diz o prefeito

Fumo, que está licenciado da Prefeitura, afirma que o servidor está sendo mentiroso nas suas colocações. “É um mau perdedor, não sabe perder uma eleição, pois já perderam três vezes e não descansa. Aí fazem esse tipo de coisa para irritar e incomodar, só isso”, explicou.

Fumo complementou dizendo que Stüpp é mau funcionário e que em outras épocas ele usava o carro e a estrutura da Prefeitura para suas atividades privadas. “Cheguei ali e coloquei ordem na casa e ele fica fazendo esse tipo de coisa só para incomodar e para prejudicar a minha imagem, além de me deixar nervoso e me tirar do sério, mas ele não vai conseguir”, frisou.

Alexandre Salvador e Rafael Beling