Por: diario | 13/10/2017

Em um almoço realizado em Florianópolis na última quarta-feira (11), Jaime Pasqualini, uma liderança histórica dos Progressistas do Alto Vale, assinou a ficha de filiação no Partido da República (PR). O convite foi feito pelo deputado Federal Jorginho Melo (PR).

Segundo Jaime Pasqualini, a adesão ao partido implica em uma reciprocidade de confiança. “Não tinha mais a mesma confiança em meus companheiros do outro partido, em razão de ser preterido da última candidatura a prefeito em Rio do Sul”, lamenta. Pasqualini fala do fato ocorrido na última eleição, onde colocou seu nome e sua vontade à disposição do PP para disputar as eleições a prefeito, porém, o partido tomou a decisão de apoiar a coligação que elegeu José Thomé (PSDB).

O almoço também contou com a presença de Jorge Goetten, importante liderança do PR em Santa Catarina, e também da pré-candidata a deputada estadual pelo partido no Alto Vale do Itajaí, Maria Helena Zimmermman Strey, a Kika.

Segundo Goetten, a grande aposta do PR é na experiência e honestidade de Jaime Pasqualini. “É um cidadão de mãos limpas e tem essa vontade de servir e ajudar a população de Rio do Sul”, explica. Ele complementa, afirmando que, se for da vontade de Pasqualini, o partido apoiará seu nome para a próxima eleição a prefeito de Rio do Sul.

Um grande evento para marcar o ato de filiação de Pasqualini e lançar oficialmente a pré-candidatura de Kika à Assembleia Legislativa deverá ser realizado na primeira quinzena de novembro, em Rio do Sul. “Será um grande evento, para valorizarmos a adesão desse importante nome ao partido. Contaremos com a presença de lideranças estaduais e nacionais do PR”, explica Jorge.

Rafael Beling