Por: diario | 09/08/2018

A ossada encontrada em uma ribanceira em Leoberto Leal nessa terça-feira (7) foi identificada como sendo de uma mulher. A perícia encontrou uma perfuração no crânio. A Polícia suspeita que a mulher tenha sido vítima de homicídio.

Em entrevista a Delegada da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Ituporanga, Elisabete da Cruz Pardo Figueiredo, pede o auxílio da população para tentar identificar a vítima. A Polícia Civil divulgou imagens das roupas que estavam no local onde a ossada foi encontrada.

“Se trata de uma mulher e ao que tudo indica se trata de um homicídio. Pela situação encontrada, ossos e crânio, acredita-se que o corpo está ali a três meses”.

No local foram encontradas roupas femininas, um short, um sutiã de renda, de cor verde, e uma jaqueta com estilo rasgada. Com as vestes divulgadas a polícia pede para quem tenha alguma informação de alguém desaparecido com essas características entre em contato com a delegacia de Ituporanga ou Leoberto Leal.

A delegada ainda informa que no local foram encontradas ossadas de animais também, um local propicio para a desova.

 

Entrevista: Sintonia