Por: diario | 02/12/2019

 

Os sócios da empresa Uni Trading, presos na terça-feira (26), na operação Pedra Angular, coordenada pela Delegacia de Polícia Civil de Taió, tiveram a prisão temporária prorrogada por mais cinco dias. O Poder Judiciário acolheu o pedido da Polícia Civil e prorrogou a prisão que terminaria neste sábado (30).

 

De acordo com o delegado, Jackson Guasseli Pessoa, as investigações ainda estão sendo realizadas.