Por: diario | 21/12/2017

Um ranking divulgado pela Secretaria de Governo do prefeito José Thomé (PSDB), pode fechar portas importantes em Brasília. Por meio de um Sistema Online de Gerenciamento de Projetos (SIGEP), foi elencando o ranking de parlamentares que, segundo o sistema, teriam destinado mais recursos para Rio do Sul.

Coincidentemente, em primeiro lugar aparece o senador tucano e pré-candidato ao governo do Estado, Paulo Bauer, seguido por João Paulo Kleinubing (PSD) e a pré-candidata a reeleição para uma vaga na Câmara Federal, Geovânia de Sá (PSDB).

A indignação partiu do deputado federal Rogério Peninha Mendonça (PMDB), que deixou claro que na política a palavra gratidão deve ser valorizada e honrada. “Desde que cheguei em Brasília, a cidade que mais privilegiei com emendas parlamentares e recursos extraorçamentários foi Rio do Sul. Eu desafio alguém a encontrar outro deputado que liberou mais dinheiro para o município do que eu”, contrapõe o deputado.

Entre as verbas destinadas pelo deputado Peninha, que segundo ele estão em execução esse ano, são mais de R$ 7 milhões investidos, contra R$ 1.125.000,00 de Bauer, R$ 790.900,00 de Kleinubing e R$ 506.875,00. No ranking divulgado pela prefeitura de Rio do Sul, Peninha aparece na 6ª posição, com a quantia de R$ 375.000,00.

De acordo com a prefeitura, que se manifestou por meio da Assessoria de Comunicação, o deputado Rogério Peninha Mendonça, de fato, destinou apenas este valor ao município em 2017, fruto de emenda parlamentar. O deputado inclui em sua contabilidade, dados referentes a repasses vindos de ministérios ou setores do Governo Federal onde Peninha teve atuação, mas não configuram como emenda parlamentar. Além disso, ele soma os dados dos últimos anos, quando o sistema do município, por enquanto, tem dados apenas de 2017.

Ainda em nota, a prefeitura afirma que reconhece como de importância fundamental a contribuição do deputado Peninha em anos passados e que o ranking é também uma forma de estimular parlamentares no compromisso com a cidade de Rio do Sul. Em 2018 inicia novamente a contagem. O Ranking sairá anualmente, com a possibilidade dos parlamentares mostrarem a cada ano o quanto contribuem com a prefeitura de Rio do Sul, isso mostra a transparência das ações da prefeitura e dos parlamentares.

O Sistema SIGEP Rio do Sul foi desenvolvido pelo setor de TI da Prefeitura de Rio do Sul como forma de divulgar os projetos em execução no município, oriundos de captação de recursos externos, seja do Governo Federal, Governo estadual e/ou Financiamentos. Além disso, a ferramenta oferece um ranking do valor de emenda liberada por cada parlamentar, assim é possível visualizar qual deputado federal, ou senador, mais destina verba para a cidade.

Rafael Beling