Por: diario | 18/06/2019

No livro de Ezequiel, capítulo 36, versículos 26 e 27 diz: “Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis”. Se Deus não cumprisse essa profecia, nós estaríamos todos perdidos. Sabemos que nosso coração é constituído de mente, vontade, emoção e consciência. Toda a formação do nosso coração foi com base nas coisas deste mundo, nas coisas de satanás. Por isso, o Senhor quer operar para trocar nosso coração.

Quando realizamos coisas reprovadas por Deus, estamos manifestando que nosso coração também é reprovado pelo Senhor. O coração de pedra repele tudo o que vem do Senhor; ele rejeita as coisas de Deus. Nós já recebemos um novo coração. Já somos santificados em Cristo Jesus, mas preferimos continuar vivendo pelo coração duro. Nosso problema não é falta de conhecimento, mas falta de obediência à Palavra do Senhor. Nós conhecemos os princípios básicos da vida cristã (amar, perdoar, se submeter…), mas repelimos os mandamentos divinos. Devemos enxergar que o mero conhecimento não tem poder para transformar nosso coração. O que opera a transformação do nosso coração é aceitar o conselho de Deus.

Após a morte e ressurreição de Jesus, não há mais nada e ninguém que nos impeça de conhecer a verdade divina e praticá-la. A única coisa que nos impede de receber o que vem de Cristo é o nosso ego. Depois do Deus Triúno, o ser mais poderoso que existe no Universo é o ego, porque os homens o adoram diariamente. O homem é o ser mais dotado de liberdade que existe. Isso “porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Em Primeira João, capítulo 4, versículo 16 está escrito: “E nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor, e aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus, nele”. Deus ama o homem e, por isso, concedeu plena liberdade ao homem. Se Deus não nos desse a liberdade, poderíamos acusá-Lo de não nos amar.

Agora, precisamos parar de utilizar o velho coração para nos relacionar com as pessoas, para tomar decisões, para avaliar situações e pessoas. Nós somos livres para escolher viver pelo velho ou pelo novo coração!

Certa vez, o apóstolo Paulo disse: “tudo posso naquele que me fortalece”. Se Cristo nos fortalece em todo tempo, será que existe algo que não conseguiremos fazer? Jesus já venceu a força do pecado que nos governava. Jesus entrou em nós para subjugar essa força em nosso interior. Basta que invoquemos ao Senhor para que Ele estabeleça o juízo da cruz contra o maligno dentro de nós. O Senhor sempre cumprirá Sua Palavra. Então, se decidimos obedecê-Lo, desfrutamos do Seu agir.

Quem vive pelo novo coração vive de forma simples e humilde, pois essa é a essência da vida elevada. Veja o exemplo do apóstolo Paulo, ele foi ao terceiro céu e viu muitas novidades celestiais. Contudo, soube ser humilde o suficiente para esperar o momento do Espírito para compartilhar cada revelação. Quando nós recebemos alguma revelação do Espírito, agimos por nossa conta e saímos compartilhando com todos o que recebemos. Isso prova quanto somos orgulhosos e queremos roubar a glória de Deus. São atitudes como essa, que provam que ainda preferimos viver pelo coração duro. Mas, ainda há tempo para mudar! Basta que ainda nesse dia, abandonemos os pensamentos, sentimentos e vontades do velho coração. Assim o novo coração guiará nosso ser.

 

Igreja do Senhor Jesus Cristo

Av. Governador Jorge Lacerda, nº 380 – Bairro Budag Rio do Sul

(47) 98810-4000 

Email: [email protected]