Por: diario | 31/01/2019

O prefeito de Vitor Meireles, Bento Francisco Silvy (PP), será empossado hoje (31) como presidente da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi) e já tem alguns objetivos traçados para o mandato. A nova Mesa Diretora ainda terá como primeiro vice-presidente, o prefeito de Presidente Nereu Isamar de Mello (PP) e a primeira assembleia geral do ano terá início às 9h, no auditório da Associação.

Ao falar sobre as suas metas, Bento afirma que precisa fazer uma avaliação, mas mesmo assim, algumas prioridades já foram elencadas.

“Quando se assume uma responsabilidade dessa forma, a gente primeiro tem que fazer uma análise da situação e o que há de pendências para se poder dar continuidade nas metas de 2019. Mas nós vamos fazer uma reunião para ver as metas, e se não existirem, vamos traçar novas para que todo o Alto Vale possa ser reconhecido como sempre foi, como a melhor região e também para ser bem atendido pelos órgãos do Governo do Estado”.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Sobre os planos que já estão sendo executados, estão reuniões com as Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), para resolver os problemas de falta de energia na região.

“Esta semana por exemplo, nós já tivemos uma reunião com a Celesc para resolver o problema de falta de energia elétrica e na terça-feira [5] eu tenho uma nova reunião, em Florianópolis, para dar andamento e fortalecer esse pedido de trabalho e de melhoria para o Alto Vale”.

Além disso, Bento já entrou em contato com o presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Joares Ponticelli para tratar sobre uma possível inclusão das Secretarias de Desenvolvimento Regionais dentro da Amavi.

“Eu conversei ontem também com o Joares, para que nós fizéssemos uma reunião logo, porque o Governo tem interesse em trazer as Regionais para dentro da Amavi, mas nós também não podemos assumir essa responsabilidade sem ter um comprometimento do Governo”.

O novo presidente finalizou dizendo que há ainda outras ideias a serem seguidas, como as coletas seletivas de lixo e a construção do novo prédio que vai abrigar a Amavi, União de Câmaras e Vereadores do Alto Vale do Itajaí (Ucavi) e a Câmara de Vereadores de Rio do Sul.

“Outro foco que temos também é de dar continuidade às coletas seletivas, que já vem rolando há alguns anos e nós temos ainda o compromisso de poder pagar a empresa que fez o projeto. Além disso temos a construção do novo prédio da Amavi, Ucavi e Câmara de Rio do Sul, e precisamos lutar para que a duplicação da BR-470 seja prolongada até Rio do Sul e nos demais municípios que ela corta para que a gente possa ter um trânsito melhor”.

Hoje, além da posse da nova diretoria, haverá discussão de assuntos relacionados aos consórcios, com destaque para os encaminhamentos do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa).

Além de Bento, a nova diretoria da Amavi será composta ainda pelo prefeito de Agronômica César Luiz Cunha (PSDB), como 2º vice- presidente, o prefeito de Rio do Oeste, Humberto Pessatti (MDB) como tesoureiro-geral, prefeito de Laurentino, Gilberto Marchi (PSDB) como tesoureiro, como secretário-geral o prefeito de Rio do Campo Rodrigo Preiss (PT) e secretário Joel Longen (PSD), de Petrolândia.

Elisiane Maciel