Por: diario | 21/03/2017

A gravação do primeiro DVD da carreira de Edu Gueda já pode ser colocada entre os maiores eventos do Alto Vale do Itajaí no ano, se não o maior. A queda na temperatura e a garoa até tentaram atrapalhar, mas o tempo melhorou antes mesmo do anoitecer e o público se transformou em uma multidão.

Os pais do jovem artista chegaram cedo e não esconderam a ansiedade de testemunhar um dos dias mais importantes na carreira do filho. “Eu tenho muita ajuda espiritual, sou uma pessoa de muita fé, pedi a Deus para me dar paciência, transmitir para ele muita paz, sabedoria, que o dia dele vai ser cheio de emoções como o meu está sendo, é muita alegria”, disse a mãe de Edu, Fátima Goedert. Feliz, o pai do cantor, seu Wilmar Goedert, lembrou do empenho do empresário Adriano Moraes e agradeceu o esforço de todos os envolvidos na equipe de produção. “Olha, é uma alegria muito grande esse momento que a gente está realizando o sonho que esse meu filho tanto lutou para conseguir, ele está representando Agrolândia também, nosso município, e fazer o show em Rio do Sul, cidade onde ele estudou também, é uma satisfação para a gente”, declarou.

Quem também era só motivo de orgulho era o tio de Edu Gueda, seu Arlindo Goedert, que foi quem recebeu o cantor em São Paulo e tem cuidado do sobrinho. “É um menino maravilhoso, não dá trabalho, é um menino de ouro mesmo, o Edu é o filho que todos os pais gostariam de ter”, afirmou.

O artista também chegou cedo, por volta das 17h, e antes de atender aos fãs ele deu um abraço nos pais e os tranquilizou. Edu Gueda também estava ansioso, mas ao mesmo tempo bem confiante. “Minha vontade de subir no palco é agora para fazer esse espetáculo e mostrar que a gente é capaz de alcançar tudo o que a gente quer, só a gente correr atrás e acreditar”, disse ele, assim que chegou.

A tranquilidade que ele repassava para a equipe, mostrou a maturidade de um jovem de apenas 18 anos. Na véspera da gravação, o artista ensaiou até a madrugada. “A gente ficou ensaiando até duas e meia da manhã, mas eu consegui descansar legal e estou 100%”, garantiu.

O show começou por volta das 22h, o atraso foi ocasionado por conta de imprevistos na chegada das atrações que foram convidadas para fazer participação especial. A dupla Fernando e Sorocaba e o cantor Louber, conseguiram aterrissar no aeroporto de Lontras, já Thaeme e Thiago, tiveram que buscar outro aeroporto e tiveram atraso na chegada.

Paciente, o público foi premiado com um espetáculo nunca visto antes na região, formado pela harmonia entre as projeções nos painéis de led, as coreografias, e os efeitos especiais, como fogos de artifício e chuva de papéis.

A dupla Fernando e Sorocaba foi a primeira atração convidada a subir ao palco para fazer a participação especial. Os cantores, que completam dez anos de carreira, elogiaram a estrutura e compararam com o primeiro DVD, gravado por eles. “A gente gravava em lugar conectado com a natureza para já ter um cenário, o DVD Bala de Prata foi gravado numa pedreira, porque a gente achava que o cenário ia ficar bonito, mas hoje em dia modernizou demais, a estrutura que ele trouxe para a gravação não deixa de ser um presente para a cidade”, comentou Sorocaba. Fernando elogiou o cantor Edu Gueda pela postura nesse início de carreira. “É uma estrutura linda, eu acho que ele merece, porque é um artista muito bom, sou muito fã dele, musicalmente, no palco, acho que é um menino que vai longe e eu acho que ele está começando com o pé direito, começando do jeito certo”, declarou.

O cantor Loubet, que também foi um dos convidados na gravação, elogiou a voz de Edu Gueda, que inclusive facilitou a gravação da música, juntos. “O Edu é um cara que tem uma identidade vocal muito legal, inclusive a música que nós fizemos, não precisou nem mexer no tom da música e a gente deseja muita sorte para ele, o primeiro DVD é sempre inesquecível”, disse.
Após a gravação, Edu Gueda irá descansar, mas é só por alguns dias, até porque o que ele mais quer agora, é cantar pelo país. “A gente quer fazer vários shows, mostrar o trabalho para esse Brasil todo”, concluiu o cantor.

Albanir Júnior