Por: diario | 07/04/2018

O atual Presidente da Embratur, Vinícius Lummertz será o novo ministro do Turismo e substituirá o atual titular da pasta, Marx Beltrão, que deixou o cargo nesta sexta-feira (6), para disputar as eleições de outubro.

O novo ministro tomará posse na próxima semana, a escolha de Lummertz para o cargo foi definida durante reunião na manhã de quinta-feira (5), entre Beltrão, o presidente Michel Temer, os ministros Moreira Franco (Secretaria Geral da Presidência) e Carlos Marun (Secretaria de Governo), e o líder do MDB na Câmara, Baleia Rossi (SP).

Lummertz foi indicado pela bancada do MDB de Santa Catarina, Estado onde o novo ministro do Turismo nasceu e defendeu grande parte do seu trabalho voltado ao turismo. Ele comandava a Embratur desde julho de 2016, seu substituto à frente da empresa ainda não foi definido.

Vinicius Renê Lummertz Silva, nasceu em Rio do Sul, é formado em Ciências Políticas pela Universidade Americana de Paris, fez pós-graduação na Kennedy School, da Harvard University. Foi Presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) desde junho de 2015, e esteve no Ministério do Turismo como Secretário Nacional de Políticas de Turismo de setembro de 2012 a maio de 2015. Entre 2010 e 2011, foi Secretário de Turismo, Esporte e Cultura de Florianópolis e Secretário de Estado de Articulação Internacional do Governo de Santa Catarina, de 2007 a 2010. Ele também acumula experiência como Diretor da Unisul, Membro da Reitoria da Universidade do Sul de Santa Catarina, Diretor Técnico do Sebrae e Presidente da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis.

Ministério do Turismo

No último ato como ministro do Turismo, Marx Beltrão pediu atenção especial do Congresso Nacional para projeto de transformação da Embratur em agência.

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, fez na terça-feira (3), uma defesa enfática pela aprovação do Projeto de Lei que, entre as medidas do plano Brasil + Turismo, propõe a transformação do Instituto Brasileiro de Turismo(Embratur) em agência. Beltrão, presente na abertura oficial da WTM Latin America, pediu atenção especial aos parlamentares que deverão votar o projeto no plenário na Câmara dos Deputados, nos próximos dias.

“Este é o meu último ato como ministro de Estado. Estamos em ano eleitoral e é necessário que os políticos brasileiros valorizem e coloquem o setor nas agendas de campanha. O candidato que quer ver esse País crescer tem que valorizar o turismo. Por isso, precisamos do esforço dos representantes brasileiros para que aprovem as medidas do segmento importantíssimo para a economia do Brasil”, destacou Marx Beltrão.

O ministro elencou uma série de benfeitorias realizadas na pasta, com destaque para o lançamento do visto eletrônico para turistas da Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão; do Plano Nacional de Turismo 2018-2022; do Plano Brasil + Turismo, e o aumento no investimento em infraestrutura de destinos brasileiros.

Para Vinicius Lummertz, que também esteve na abertura da WTM Latin America, o legado construído por Marx Beltrão trará benefícios para o desenvolvimento da economia do Brasil. “É uma honra poder acompanhar todas as grandes mudanças realizadas no turismo brasileiro. Tenho certeza que, ao retornar para o Congresso Nacional, Beltrão dará atenção especial e necessária para o setor turístico e, com isso, garantir a continuidade de mudanças estruturantes”, disse Lummertz.

Susana Lima

Receba primeiro as notícias do Jornal Diário do Alto Vale, faça parte do grupo de Whatsapp. Clique aqui