Por: diario | 09/10/2018

Gelson Merísio (PSD), disputará o segundo turno pelo governo de Santa Catarina com o candidato de Jair Bolsonaro, Comandante Moisés (PSL). Com 100% das urnas apuradas, eles obtiveram 31,12% e 29,72% dos votos válidos, respectivamente.

A surpreendente votação de Moisés alterou o cenário eleitoral já que nas últimas pesquisas, a liderança era de Mauro Mariani (MDB), enquanto Merísio aparecia empatado tecnicamente com Décio Lima, do PT. O candidato do PSL aparecia somente em quarto.

No Alto Vale, em 12 municípios o candidato Gelson Merísio (PSD) liderou o ranking como o mais votado. Em outros 10 municípios o mais votado foi o Comandante Moisés. E em terceiro lugar ficou Mauro Mariani, que recebeu o maior número de votos em municípios do Alto Vale.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Em entrevista após o resultado do 1º turno, Merísio declarou que está contente com o resultado, mas reconhece que há muito trabalho pela frente para o segundo turno.

“Agora, temos que aprofundar o debate para construirmos as convicções que nos farão, a partir de janeiro, fazer um bom governo. Santa Catarina tem problemas sérios para enfrentar na segurança pública, na questão da saúde, do gerenciamento do próprio governo. Eu pretendo fazer isso, debatendo, falando a verdade, com muita sinceridade, muita transparência”, afirmou.

Ele declarou ainda que sua maior prioridade de governo será a segurança pública.

“Entendo que este debate é fundamental, não é uma decisão do governador, tem que ser da sociedade. Ou nós, como sociedade, reagimos, combatemos o crime organizado, trazendo mais cinco mil policiais para ativa, fazemos um enfrentamento muito duro ou perderemos a guerra neste momento”, argumentou.

Para o segundo candidato mais votado ao governo de Santa Catarina, Comandante Moisés estar no segundo turno é resultado de todo trabalho desenvolvido durante a campanha.

“Eu tenho que admitir que estar no segundo turno não foi surpresa para o time do PSL. Nós fizemos um grande trabalho, o Lucas Esmeraldino trabalhou intensamente com esse partido, a gente sentia nas ruas, onde o Comandante Moisés e a Daniela passavam, a gente costumava brincar: ou eu não entendo nada de política ou realmente a gente vai estar no segundo turno. Isso aconteceu”.

Como prioridade se eleito, o candidato destacou que vai lutar para a redução da máquina pública.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

“Nós vamos enxugar a máquina pública, eu como servidor militar estadual, que fui por mais de 30 anos, eu reconheço que o estado de Santa Catarina demandou muitos esforços não para a segurança, saúde e educação, que a gente tem que entregar para quem paga tributo no Estado” disse.

Tatiana Hoeltgebaum

Veja também as últimas atualizações: