Por: diario | 07/12/2018

Marcos Norberto Zanis, o Marcão (PSD), foi eleito presidente da Câmara de Vereadores de Rio do Sul, para o exercício de 2019, na tarde desta quinta-feira (6). Zanis recebeu sete votos, já o vereador Cariso Savio Giacomini (MDB), que também estava na disputa, recebeu quatro. A nova Mesa Diretora estará automaticamente empossada a partir de 1º de janeiro de 2019.

O vereador Maico Coelho (PP) foi eleito vice-presidente, ocupando a cadeira com seis votos, enquanto Zeli da Silva (MDB), que disputava a vaga, ganhou quatro. Já para o cargo de primeiro secretário, Fernando Cesar Souza, o Nandu (MDB), teve um empate de cinco votos com James Rides da Silva (PSD), que acabou desistindo da vaga iniciando uma nova votação. Na segunda votação, Nandu se elegeu primeiro secretário na disputa com Francisco Goetten de Lima, o Chico (PP) por seis votos a quatro. E no pleito de segundo secretário, Chico novamente colocou o nome à disposição e ganhou a cadeira por seis votos a quatro de Mário Sérgio Stramosk (PR).

Agora, o presidente eleito já planeja os trabalhos para 2019 e promete seguir o trabalho que já havia sendo feito.

“A gente vai continuar este trabalho que já vem sendo feito desde o primeiro ano da Legislatura, primeiro com o vereador Francisco e depois com James, e a gente vai seguir essa linha de gestão eficiente. Vamos dar continuidade à alguns compromissos que já estão firmados com a comunidade, como o mutirão de castração, onde o Executivo se dispôs a fazer o repasse do dinheiro da economia da Câmara para este fim, com dois mutirões em 2019”.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Ele adianta que a construção da nova sede que vai abrigar a Câmara de Rio do Sul, a União de Câmaras e Vereadores do Alto Vale do Itajaí (Ucavi) e também a Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi) será uma das prioridades.

“Daremos continuidade aos projetos para a construção da nova Câmara de Vereadores, que será muito importante para Rio do Sul e para a comunidade num todo, principalmente para a Renal Vida, que vai ganhar um espaço a mais para realizar as atividades, onde nós sairemos da atual sede da Câmara, no prédio da prefeitura, e virá para cá a Secretaria de Saúde, deixando o espaço atual da Secretaria à disposição da Renal Vida”.

Elisiane Maciel