Por: diario | 18/05/2017

Airton Ramos

A semana em Brasília tem sido marcada pela 20ª edição da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. O congresso, que começou na terça-feira (16), apresenta inúmeros eventos para o aperfeiçoamento da gestão pública municipal e leva a Capital Federal milhares de chefes de Executivo, secretários municipais, entre eles prefeitos de municípios do Alto Vale.

A cerimônia de abertura contou com a presença do presidente da República, Michel Temer e de alguns ministros. O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, não aliviou o tom de diálogo com os ministros durante os diversos painéis apresentados e defendeu veementemente a questão de governabilidade em parceria com o Governo Federal, o que segundo muitos prefeitos, ainda não ocorre em perfeita sintonia. Ziulkoski por exemplo, polemizou ao falar que hoje “funcionário público efetivo é o maior destruidor da administração municipal, porque trabalham contra [o prefeito] ao invés de colaborar”, disse em plenária.

Diversos prefeitos da região do Alto Vale do Itajaí fizeram parte do primeiro dia da Marcha, que vai até sexta-feira (19). A redação do Jornal Diário do Alto Vale conversou com Oscar Gutz (PDT) e seu vice-prefeito, Ruy Marcos (PSDB) sobre a importância de se participar deste momento em prol da municipalidade.

“É nossa segunda vinda à Brasília em busca de parcerias e recursos. Hoje tivemos a oportunidade, inclusive, de almoçar com o presidente da CNM, além da agenda com parlamentares que temos no final da tarde e amanhã. Importante também ouvir o que os ministros têm a dizer sobre cada pasta”, falou Gutz. Já Ruy destacou a importância do diálogo com os parlamentares que lhes apoiam, pois deste modo, se viabiliza programas e verbas importantes para Pouso Redondo.

Outra gestora municipal do Alto Vale que marcou presença em Brasília no dia de ontem foi a prefeita de Salete, Solange Aparecida Bitencourt Schlichting (PR). Chica, como é popularmente chamada em sua cidade, também reforçou a agenda cheia de encontros para viabilizar dinheiro para o Município, além da fala dos ministros.

Segundo Chica, as caminhadas na Capital Federal já deram retorno. No esporte, por exemplo, a reforma do ginásio deve ser contemplada. Mediante recursos do Ministério do Turismo, uma ciclovia foi almejada. “Apesar de não termos ouvido muitas novidades, foi importante ouvir a todos. Também estivemos com o deputado Jorginho Melo que nos apoia nessa busca por recursos”, comenta a prefeita.


Celesc busca empréstimo de US$ 300 mi para a realização de obras

Morador questiona entrega de panfletos