Por: diario | 1 mês atrás

Luana Abreu

 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) iniciou ontem (16) a instalação de duas lombadas físicas na BR-470, próximo ao trevo de acesso à Trombudo Central. Os redutores de velocidade ficarão no mesmo local onde estavam as lombadas eletrônicas, desligadas e removidas em março deste ano.

 

Os radares foram retirados depois do vencimento do contrato com a empresa que operava os equipamento até janeiro deste ano. O Governo Federal não teve interesse em renovar o convênio. Não contentes com a medida, a comunidade, prefeitos e parlamentares da região, conseguiram, junto à unidade local do DNIT em Rio do Sul, a instalação de novos redutores de velocidade.

 

A sinalização para a colocação dos quebra-molas foi feita em junho pelo DNIT. Além das placas, o trecho recebeu pintura de faixas que dão mais segurança aos motoristas e a quem trafega pela rodovia. Neste momento é importante que os condutores fiquem ainda mais atentos com relação a filas e colisões traseiras que podem ocorrer, por conta da redução de velocidade dos veículos.

 

O objetivo é que os trabalhos de implantação das lombadas sejam concluídos ainda hoje (17). O chefe do DNIT em Rio do Sul, Cristhiano Zulianello dos Santos, explicou que não há previsão de instalação de novas lombadas físicas e eletrônicas na BR-470, no Alto Vale. “É um trabalho feito diretamente em Brasília, depois repassado à superintendência regional de Santa Catarina e só depois, chega aqui para unidade local de Rio do Sul”, explicou.

 

A prefeita de Trombudo Central, Geovana Gessner, comemorou a instalação dos redutores. “Estamos felizes que o DNIT atendeu o nosso pedido após várias idas a Florianópolis e também à Brasília. Agora pedimos a atenção dos motoristas até o fim das obras”, comenta.

 

 

Radares eletrônicos

 

 

Os equipamentos foram removidos das rodovias federais por período indeterminado. Em julho, um acordo entre DNIT e Ministério da Infraestrutura foi firmado para que houvesse novamente a instalação dos redutores eletrônicos de velocidade, depois de passar por um estudo de modernização e redistribuição. O objetivo é identificar os locais onde acontecem acidentes com maior frequência devido à imprudência dos condutores ou por problemas estruturais na via.

 

No trecho da BR-470 no Alto Vale serão instalados 17 novos equipamentos. Serão dois em Ibirama (km 121 e 122), um em Lontras (km 125), oito em Rio do Sul (km 136, 137, 138, 139, 140, 146 e 146), dois em Trombudo Central (km 157 e 158) e outros quatro em Pouso Redondo (km 168, 173, 191 e 193).
Segundo Zulianello, ainda não há previsão de instalação destes radares, já que ainda estão em processo licitatório.