Por: diario | 27/11/2018

Um projeto de lei aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores de Rio do Sul e que foi sancionado pelo prefeito José Thomé na sexta-feira (23), obriga o município a divulgar até o dia 10 de cada mês a arrecadação com as multas da Área Azul, gastos e onde o restante do dinheiro está sendo aplicado.

Para o autor do projeto, o vereador Cariso Savio Giacomini (MDB) a população tem questionado o número de multas aplicadas e por isso a ideia é garantir mais transparência através da divulgação dos dados.

“É uma informação simples que pode ser colocada no site da prefeitura. O pessoal comenta que muitas pessoas são multadas aqui no município e questiona para onde está indo esse dinheiro, então dei essa ideia para sabermos realmente”, ressaltou.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Giacomini disse ainda que há algum tempo outra lei aprovada pelo Legislativo determinava que 10% valor arrecadado com a Área Azul em Rio do Sul fosse aplicado no concerto e manutenção de ciclovias e com esses dados divulgados será possível fiscalizar se isso está sendo cumprido.

“Só esse ano serão cobrados mais de R$ 3 milhões de multas então é um valor significativo e as pessoas tem que saber onde vai esse dinheiro porque hoje a maioria não sabe e acho que o interessante é divulgar”, opinou.

O vereador revelou ainda que o projeto de lei prevê também que o Município de Rio do Sul divulgue semestralmente, relatórios periódicos mostrando a quantidade de acidentes de trânsito registrados na cidade, os locais com maior incidência de acidentes e ainda as providências que estão sendo tomadas para reduzir esse número.

A a lei entra em vigor 90 dias após sua publicação.

Helena Marquardt