Por: diario | 11/06/2017

As comemorações alusivas ao aniversário de 55 anos de emancipação político-administrativa de Laurentino, que é nesta segunda-feira (12), estão suspensas pelo menos até o próximo mês. A decisão foi tomada por conta das fortes chuvas que atingiram o Alto Vale nas últimas semanas, onde Laurentino foi um dos municípios mais prejudicados. Para que a cidade possa se reestruturar, o Executivo também solicitou à Câmara de Vereadores a revogação do feriado municipal, que seria no dia 12.

De acordo com o secretário de administração do município, Ildo José Cani, no momento não há motivos para festejar. Segundo ele, a programação do evento já estava definida, e seguiria o exemplo das edições anteriores. As comemorações começariam com a tradicional festa do padroeiro do município, que é o Santo Antônio. “Esse ano [a festa do padroeiro] também ia acontecer a partir de hoje. Então ia ter uma continuidade, porque dia 10 e 11 ia ter a festa do padroeiro, dia 12 é o dia do município, e dia 13 é especificamente o dia de Santo Antônio, então nós já tínhamos programado”, conta o secretário.

Na segunda-feira (12), estava programada uma missa em comemoração ao aniversário, o corte do bolo – que seria distribuído para todos os presentes – e as apresentações artísticas e musicais no período da noite. “Foi toda suspensa essa programação em função da revogação do feriado municipal. E nós não estamos em clima de festa, na verdade”, afirma Ildo.

Revogação do feriado municipal

Além da revogação do feriado municipal, o Executivo também solicitou que no dia 24 de julho fosse decretado ponto facultativo, o que possibilitaria as comemorações de aniversário da cidade. Além disso, a data da festa do padroeiro foi transferida para os dias 22 e 23 do mês que vem, para que a tradição não seja perdida. “Junto com esse Projeto de Lei, a gente solicitou que no dia 24 [de julho], na segunda-feira, fosse ponto facultativo, onde que ali sim nós poderíamos fazer, se tivesse intenção, algum evento com relação ao município, mas a gente sabe que também não é a mesma coisa”, declara o secretário.

No momento, a população de Laurentino se prepara para retornar à rotina. Lojistas estão reorganizando suas mercadorias, e a partir de segunda-feira (12) todo o comércio deve voltar ao normal. “A água nesse momento está baixando, chegou em 10,50 [metros] o nível aqui, então já está normalizando. Esse normalizando é as águas, mas até voltar ao normal demora”, conclui Ildo.