Por: diario | 22/03/2019

Nunca antes o Salão Nobre da Câmara dos Deputados foi utilizado para o lançamento de uma Frente Parlamentar. A exceção à regra aconteceu nesta quarta-feira (20), quando o espaço de honra ficou lotado para receber parlamentares e autoridades da Segurança Pública. O coordenador da FP em Santa Catarina, deputado Rogério Peninha Mendonça (MDB), saiu entusiasmado do encontro, prestigiado inclusive pelo ministro da Justiça, Sergio Moro.

“A presença do ministro certamente mostra a importância do nosso grupo. Estamos fazendo história, são mais de 320 integrantes. Importante ressaltar que esta é a primeira vez que uma Frente atinge esse número expressivo, já que são necessários apenas 198 membros. Temos o Congresso mais conservador desde a década de 60, disposto a focar questões da segurança pública, endurecendo o jogo contra a bandidagem e a corrupção”, comenta Peninha.

O grupo representa 58% da composição da Casa, e tem presença maciça de militares, delegados, policiais civis e federais. Muitos integram também a Comissão de Segurança da Câmara, grupo tradicionalmente conhecido como a “Bancada da Bala”, que nesta legislatura deve ser rebatizado como “Turma da Pesada”, referência ao foco do trabalho, explica Peninha.

“É um time de força e que vai pegar junto. Daremos suporte para a elaboração e cobraremos a votação de projetos importantes, com destaque, é claro, para o PL 3722, de minha autoria, que revoga o Estatuto do Desarmamento. Trabalharemos também em favor do pacote de medidas do ministro Sergio Moro, que trará mais efetividade no combate à corrupção, ao crime organizado e a crimes violentos”, conclui o coordenador da FP em Santa Catarina.