Por: diario | 07/02/2019

Todo atleta que quer se dar bem nas competições, muitas vezes troca as horas de descanso, por treinos diários durante a temporada, para chegar preparado em seus desafios. Pensando nisso, o karateca, Edemilson Gutz dos Santos decidiu passar uma semana em Florianópolis para se dedicar ainda mais ao esporte. Só que dessa vez, o treino foi especial, ao lado de karatecas renomados e que são referências mundiais.

O rio-sulense chegou na Capital no último sábado e a partir desse dia, os treinos já foram intensos. Segundo Edemilson, o convite veio do campeão mundial Douglas Brose que chamou os amigos caratecas para treinarem juntos, após ter voltado de Paris.

“O Douglas é um fenômeno no tatame e após voltar de uma viagem com a esposa, decidiu chamar os amigos para realizar alguns treinos, como preparação para as futuras competições. Nossa rotina aqui, além da boa amizade é treinar em dois períodos, de manhã e à tarde. Nos treinos não tem moleza, quando um está exausto, lá vem o outro para levantar e incentivar, porque nas competições não tem disso, desistir nunca, tem que ir até a final e dar o seu máximo”, explicou.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Edemilson ainda ressalta que estar ao lado de Douglas, que é uma referência do karatê, é muito gratificante e tem aproveitado cada dia de treinamento ao lado dele e dos demais atletas da Seleção Brasileira.

“Cada dia aqui está sendo muito positivo, você aprende técnicas diferentes, estratégias de lutas e o melhor de tudo é treinar com atletas e amigos que já competiram em outros países e tem uma rica experiência na bagagem e que, assim como eu, buscam pontos no ranking da modalidade. O Douglas luta na mesma categoria que a minha, até 60 quilos. Ter ele por perto é bom e ao mesmo tempo ruim. Bom, porque ele é uma referência no karatê e aprendemos juntos e ruim, porque estamos na mesma categoria e quem sabe iremos competir um contra o outro. Estar aqui com todos eles, está sendo muito satisfatório, pois além de rever os amigos, ainda trocamos experiências com pessoas que tem o mesmo objetivo que eu, as competições”, completou.

O rio-sulense irá participar do Campeonato Brasileiro, Jogos Abertos de Santa Catarina, etapa do Sul-Brasileiro, competições estaduais e quem sabe, se conseguir apoio, competir na Áustria no mês que vem.

Jéssica Sens