Por: diario | 03/08/2018

Faltam cerca de dois meses para as eleições e a corrida de de todos os políticos que colocaram o nome à disposição nessa précampanha é curta.

O pré-candidato a deputado federal pelo Partido da República (PR), o empresário Jorge Goetten, afirma que tem visitado toda a região e Estado e percebido um sentimento de aceitação para essas eleições. “Estamos muito felizes porque estamos visitando várias lideranças e nossos pré-candidatos do PR por toda Santa Catarina. Estamos tendo uma aceitação muito grande. Muito também por causa da viabilidade da lógica de eleição que nós temos.

Considerando que eu sou o único pré-candidato do PR a deputado federal, apoiado irrestritamente pelo pré-candidato a senador Jorginho Mello”, enfatizou Jorge.

De acordo com ele, até hoje, foram percorridos os principais municípios do estado, com o objetivo de consolidar o nome como o único pré-candidato a vaga federal pelo PR. A convite do atual deputado federal e pré-candidato a senador, Jorginho Mello (PR), o empresário aceitou a oferta de colocar o nome à disposição para ser o sucessor ao cargo federal.

 

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

 

“O Jorginho precisava que alguém de confiança ocupasse esse espaço federal. Alguém com vínculos com ele, com a família para dar a oportunidade à ele de ter essa missão maior para o Senado”, disse.

Estrutura do PR

Jorge adiantou que o PR está estruturado em toda Santa Catarina. “Temos 240 diretórios, 180 vereadores, 36 vice-prefeitos, 11 prefeitos e mais 22 pré-candidatos a deputados estaduais do PR que estão nos apoiando e ajudando a construir uma pré-candidatura para manter aquela cadeira na Câmara Federal que hoje é do Jorginho, e que me foi confiada como sucessor dele”, explicou.

O pré-candidato disse que no último pleito, Jorginho Mello já teve um ótimo resultado, sendo que o PR cresceu muito em 2016 e hoje está melhor estruturado com condições de manter uma grande eleição com esse projeto.

“Estamos com uma aceitação muito grande também aqui na região da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI), no Alto Vale, com uma campanha supra partidária, e também estão vendo que nossa eleição tem uma lógica e uma viabilidade grande. E isso ajuda bastante para recebermos apoio”, acrescentou.

Coligações

Jorge comentou que para deputado federal, o PR vai se coligar na proporcional com outro partido. “Tem tudo para estarmos coligados com o MDB. O senador estará na chapa do MDB. Só não vai estar na chapa se o MDB não honrar o acordo com o PR do deputado Jorginho ser candidato a senador, sendo o único apoiado pelo MDB. Se o MDB também tiver um candidato a senador, aí ele dá a liberdade de o Jorginho se coligar com outro pré-candidato a governador, com outra chapa”, revelou.

Homologação

Neste domingo (5), acontecerá na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, a convenção do Partido da República, com a homologação das candidaturas.

Jorge disse que o Partido está bem alinhado e por ele ser o único pré-candidato a vaga federal, não haverá grandes disputas. “É mais uma homologação de tudo que a gente já tratou nesse período e estamos muito motivados e felizes pela viabilidade da eleição, tendo uma oportunidade de retribuir para o Alto Vale e Estado o tanto que as pessoas já me ajudaram também”.

Para finalizar, o pré-candidato frisou a importância da renovação política, valorização de representantes do Alto Vale e a pesquisa sobre a vida do candidato, “Os eleitores precisam ver se o candidato costuma praticar aquilo que prega, se cumpre com a palavra, se tem compromissos com as pessoas, tudo isso é importante avaliar”, orientou.

Elisiane Maciel