Por: diario | 10/06/2017

Davi Henrique Lopes tem apenas dois anos, mas possui uma rotina bem diferente das outras crianças de sua idade. Isso porque o pequeno tem uma doença rara chamada osteocondromatose, que causa tumores ósseos que comprometem o seu crescimento. Para arrecadar dinheiro para a cirurgia do filho, os pais Geovana Lopes e Adriano Pinto realizam neste sábado (10) uma feijoada beneficente, com música ao vivo e sorteio de brinde. O evento começa às 11h e será realizado no Restaurante 25 de Abril, em Ituporanga.

De acordo com Geovana, os tickets foram vendidos antecipadamente a R$ 15, e aproximadamente 300 cartões já haviam sido adquiridos. Além disso, as pessoas também podem comprar o ticket na hora do evento. Para que Davi possa fazer a primeira cirurgia, os pais precisam arrecadar R$ 7 mil com a feijoada. “Ele tem que fazer a primeira cirurgia até agosto. Daí a gente bolou essa feijoada para arrecadar dinheiro para tentar fazer essa primeira cirurgia”, explica a mãe.

Davi foi diagnosticado com a doença em fevereiro deste ano, e os primeiros sintomas surgiram no ano passado. A mãe conta que alguns caroços apareceram pelo corpo do pequeno, mas até então ela acreditava que eles teriam sido ocasionados por algum machucado. “No ano passado eu já tinha visto uns caroços, mas a gente achou que ele tinha se machucado na creche, e não imaginava o que era. Só que aí esse ano, em fevereiro, a gente notou que cresceu muito, daí fomos atrás para ver o que era”, conta Geovana.

Os médicos de Ituporanga não descobriram o motivo do surgimento dos caroços, por isso os pais buscaram um médico especialista em Blumenau, que deu o diagnóstico. Geovana explica que o ortopedista pediátrico pediu que a primeira cirurgia fosse feita até agosto, para que o crescimento de Davi não fique comprometido. Ao todo, são sete cirurgias para retirar os tumores, já que foram encontrados sete caroços. “O médico falou que no máximo até agosto dá para esperar, passando disso não dá, porque pode comprometer os movimentos dele”, ressalta.

Nas redes sociais, as pessoas já estão mobilizadas pela causa, através da página no Facebook “Amigos do Davi”. Além disso, quem não puder ir à feijoada pode ajudar o pequeno depositando qualquer valor na conta de seu pai, Adriano Pinto. “Algumas pessoas já depositaram, amigos nossos lá de Blumenau, de Itapema, tiveram algumas pessoas que ajudaram”, conta Geovana.

 Para ajudar o Davi:

Banco Bradesco
Conta-corrente: 31696
Agência: 0355
CPF do titular da conta: 938.510.819-00