Por: diario | 28/03/2018

Está aberta a temporada para acertar as contas com o Leão e muita gente esquece de colocar esse valor na lista de despesas do início do ano. “A Cooperativa possui soluções financeiras que podem ajudar nesse momento, tanto para quem precisa de crédito para pagar o imposto, como para quem deseja antecipar o valor da restituição”, frisa o Diretor de Operações da Viacredi Alto Vale, Gilmar Luiz Facchini.Está aberta a temporada para acertar as contas com o Leão e muita gente esquece de colocar esse valor na lista de despesas do início do ano.

“A Cooperativa possui soluções financeiras que podem ajudar nesse momento, tanto para quem precisa de crédito para pagar o imposto, como para quem deseja antecipar o valor da restituição”, frisa o Diretor de Operações da Viacredi Alto Vale, Gilmar Luiz Facchini.Para quem deseja antecipar a restituição do Imposto de Renda, a Viacredi Alto Vale oferece uma linha de crédito com facilidade para contratação e juros abaixo da média de mercado, além do benefício do retorno das sobras sobre os juros pagos.

“Para contratar o serviço, o cooperado precisa ter cadastrado a Viacredi Alto Vale como instituição na qual receberá a restituição. Por isso, ao preencher o formulário eletrônico, informe os dados de sua conta na Cooperativa”, conta Facchini. Precisa prestar contas quem recebeu mais de R$ 28.559,70 em 2017.

Também deve declarar: 

• Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;

• Quem obteve, em qualquer mês de 2017, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

• Quem teve, em 2017, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;

• Quem tinha, até 31 de dezembro de 2017, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;

• Quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2017.

O contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo fica sujeito ao pagamento de multa de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo corresponde a 20% do imposto devido. A Receita Federal espera receber 28,8 milhões de declarações de Imposto de Renda.

Receba primeiro as notícias do Jornal Diário do Alto Vale, faça parte do grupo de whatsapp. Clique aqui