Por: diario | 20/10/2017

Durante a discussão sobre a compra da produção agrícola para merenda escolar, através de um projeto que tramita na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), o deputado estadual, Milton Hobus (PSD), pediu para avaliar melhor a proposta. Segundo o parlamentar, o projeto inicial não beneficia o pequeno produtor rural e é importante que a ideia permita esse método com a regionalização da proposta. “Um exemplo claro, é um produtor rural de Taió, que ganhou a licitação em Joinville, mas não consegue ganhar no Alto Vale, então por isso é importante a regionalização”, explica.

De acordo com Hobus o projeto é importante para fomentar a produção da agricultura familiar, mas precisa estar claro que a participação do pequeno produtor no processo, para que não apenas empresas que os represente, como grande produção, sejam beneficiadas.
A proposta original que tramita na Alesc não muda o sistema atual e penaliza o pequeno produtor. Para Hobus, o atual modelo é ruim por não abranger a agricultura familiar de pequeno porte.