Por: diario | 1 mês atrás

Sob a coordenação do deputado Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC), o Fórum Parlamentar Catarinense foi recebido nesta quinta-feira (15)pelo presidente Jair Bolsonaro e cinco ministros de Estado para um café da manhã no Palácio do Planalto. Em pauta, uma lista de prioridades definidas previamente entre os deputados federais e senadores.

“Não poderia ter sido melhor. É assim que eu defino o nosso encontro. O presidente assumiu o compromisso conosco, junto com o Ministro Tarcísio, da Infraestrutura, já que a maioria dos nossos pleitos são nesta área. O presidente ouviu atentamente o que os parlamentares pontuaram em suas falas individuais, e se comprometeu a atender os pedidos”, explicou o coordenador.

No ofício entregue pelo grupo de 18 parlamentares, estão obras importantes para o Estado, com foco nas rodovias federais: BRs 470, 282, 163, 285 e 280.
Além de Bolsonaro e Tarcísio, outros quatro ministros participaram do encontro: Onyx Lorenzoni (Casa Civil), general Augusto Heleno (GSI), general Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Jorge de Oliveira (Secretaria Geral da Presidência da República).

Santa Catarina foi o estado que, proporcionalmente, mais contribuiu para aprovar as mudanças na legislação previdenciária do país: 93,7% dos deputados votaram a favor da reforma, tanto no primeiro quanto no segundo turno.

Na lista de prioridades apresentada pelo FPC, estão:

1 – Duplicação da BR-470.
– Aporte necessário para 2019: R$ 80 milhões.
– Aporte necessário para a finalização da obra: R$ 800 milhões.
– Agilização nos procedimentos para a concessão. Está havendo retardamento.

2 – Revitalização da BR-282/158.
– Aporte necessário para 2019: liberar a emenda de R$ 30,7 milhões
– Aporte necessário para a finalização da obra: R$ 160 milhões.

3 – Duplicação da BR-280.
– Aporte necessário para 2019: R$ 40 milhões.
– Aporte necessário para a finalização da obra: R$ 1,1 bilhão.

4 – Reconstrução da BR-163.
– Aporte necessário para 2019: R$ 10 milhões.
– Aporte necessário para a finalização da obra: R$ 250 milhões.

5 – Finalização da BR-285.
– Aporte necessário para a conclusão da obra: R$ 60 milhões.

6 – Contorno Viário da Grande Florianópolis.
– Fiscalização da obra, definição e execução do cronograma pré-estabelecido.

7 – Saúde.
– Ressarcimento dos prejuízos causados a Santa Catarina – já reconhecidos pelo Ministério da Saúde – por destinação de recursos decorrentes de serviços de Média e Alta Complexidade (MAC) ao Estado, ao longo dos últimos anos, resultando em déficit mensal de cerca de R$ 20 milhões.

8 – Portos Catarinenses.
– Adequação e manutenção das bacias de evolução e canais de acesso.

9 – Aeroportos Catarinenses.
– Melhoria na infraestrutura e agilidade nos processos de concessão.
10 – Barragens de contenção de cheias.
– Aplicação de recursos para manutenção das estruturas.