Por: diario | 07/11/2018

A equipe de transição do governador eleito Carlos Moisés da Silva(PSL) para o governo de Santa Catarina deve ser divulgada até o fim da tarde desta quarta-feira. É previsto o anúncio de 10 nomes. O grupo terá permissão para trabalhar no Centro Administrativo, sede do governo do Estado em Florianópolis, até a data da posse.

Em reunião com representantes do Ministério Público nesta terça, Moisés anunciou que uma servidora do MP, dedicada a funções de auditoria e transparência, será cedida para auxiliar nos trabalhos de transição.

Em reuniões anteriores, também já estiveram presentes como membros da equipe de transição os professores Marcelo Haendchen Dutra e Luiz Felipe Ferreira, do departamento de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Santa Catarina, além  do advogado Fabiano Ramalho, fundador e diretor na primeira gestão do Observatório Social de Florianópolis.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Na equipe do governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) cabe ao atual secretário da Fazenda, Paulo Eli, coordenar o processo de transição em parceria com o grupo de Moisés. Demais integrantes do grupo gestor de Pinho Moreira, formado pelas secretarias de Estado da Fazenda, Planejamento, Administração e Casa Civil, além da Procuradoria Geral, também auxiliam na transição.

Os nomes da equipe de transição serão nomeados formalmente no Diário Oficial do Estado, mas não é prevista remuneração para os profissionais. Decreto já publicado pelo governador Eduardo Pinho Moreira determina que os órgãos do Executivo ficam obrigados a fornecer informações solicitadas pela equipe de transição em até cinco dias. O decreto também garante segurança pessoal ao governador eleito e à vice-governadora eleita, Daniela Reinehr.

Por DIÁRIO CATARINENSE