Por: diario | 09/08/2019

O prefeito em exercício de Ituporanga, Gervásio Maciel, fez uma coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (8) para falar sobre os principais projetos previstos para o município. Entre eles, está a revitalização do prédio e pátio da Secretaria de Infraestrutura, que segundo ele, estariam sucateados e sem utilização.

De acordo com Gervásio, no local que tem cerca de 10 mil metros quadrados, antigamente funcionava uma oficina, que foi adquirida através do Badesc, em 1983. O espaço também servia como garagem da prefeitura e lavação. “Inclusive atrás tinha uma fábrica de lajotas. Mas lamentavelmente hoje não tem mais nada lá, está com a estrutura caindo e a oficina foi totalmente perdida”.

Ele afirma que hoje, a e estrutura está com várias telhas quebradas e com diversos sinais de deterioração. De acordo com o prefeito, um projeto para revitalização está pronto e a intenção é de consertar o local o quanto antes.

“Vamos tirar aquela cobertura, colocar telhas de alumínio, e essa reforma vai custar cerca de R$ 70 mil. Vamos trazer nosso mecânico que inclusive trabalhava aqui na década de 80, porque nós queremos fazer funcionar lá dentro como antigamente, porque nós não temos dinheiro e precisamos economizar”. Ele contou que a prefeitura já ganhou 900 metros de telha de uma empresa, a mão de obra e 25 árvores que serão plantadas no estacionamento.

FOTO: CRDS / DAV

FOTO: CRDS / DAV

O prefeito em exercício disse ainda que além da revitalização desse espaço, a ideia é de criar uma estrutura para alocar os veículos da prefeitura, que hoje, ficam expostos ao tempo. “Os tanques de abastecimento também ficam na rua e isso é perigoso, porque mesmo na chuva os veículos precisam ser abastecidos. Nós estamos com o projeto de fazer uma extensão para uma garagem de cerca de 30 metros e a ideia é de implantar sistema de energia solar para economizarmos com energia elétrica”.

Pavimentações nos bairros

Na coletiva Gervásio também anunciou reuniões que serão feitas na próxima semana em diversas comunidades, onde serão apresentados projetos para calçar toda a cidade de Ituporanga. “Todo passeio público também será calçado. Para isso contaremos com sistema de consórcio diretamente com o Município, contribuição de melhorias ou contratação direta entre os proprietários e empresas de pavimentação”.

O projeto de pavimentação de ruas e passeios prevê o parcelamento em até 48 meses, diretamente com a Prefeitura através da Lei de Fundo de Pavimentação ou ainda poderá ser executada através de negociação entre proprietário e empresa de pavimentação. Instituições financeiras também estão interessadas e poderão oferecer parcelamento diretamente com o morador com taxas de juros sociais.

A primeira audiência pública já tem data para acontecer e será realizada na próxima terça-feira (13), às 19h, no salão da Capela São Pedro no bairro Gabiroba.

Outra mudança que Gervásio comentou é a do trânsito da cidade, onde será invertido a passagem pela rua principal, fazendo nas ruas transversais mão e contramão para ajudar o fluxo do trânsito. A ideia também é de implantar ciclovia nas SCs que fazem parte de Ituporanga.

Elisiane Maciel