Por: diario | 12/09/2013

Nova metodologia do Ibovespa e prévia do PIB serão destaques nesta semana 

A semana econômica doméstica terá destaque pelo índice IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central) e para o resultado da pesquisa da BM&FBovespa, este no tocante a uma mudança na metodologia para o Ibovespa, ambos ocorrendo na próxima sexta-feira.

Divulgado pelo Banco Central todo mês, o IBC-Br é um indicador que reúne a trajetória de variáveis consideradas essenciais para o desempenho de três setores da economia nacional: agropecuária, indústria e serviços. Devido à sua metodologia, o indicador é considerado como uma prévia para o PIB do País. Mesmo assim, o BC ressalta que ele não projeta e nem mede o PIB brasileiro.

Outro ponto que deve chamar atenção no fim da próxima semana é uma possível mudança de metodologia para a inclusão de ações no Ibovespa, principal índice da bolsa. No início de agosto, o presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto, informou que iria rever a metodologia do índice e que a recente volatilidade da OGX Petróleo (OGXP3) seria um dos motivadores destas alterações.

Na sexta, será apresentado um estudo que visa melhorar a forma como o índice é composto, sendo que a própria bolsa já sinalizou que ações valendo menos de R$ 1 não participarão do Ibovespa por possuírem uma volatilidade acima do normal. Desta vez, os ativos precisam valer mais de R$ 1 no período de vigência das três carteiras anteriores do Ibovespa para serem elegíveis para as próximas. No atual cenário do Ibovespa, apenas a OGX está cotada a centavos, valendo R$ 0,52.

 

Custo da construção civil opera quase estável em SC 

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com a CAIXA, apresentou variação de 0,58% em agosto, ficando 6,73 pontos percentuais acima da taxa de julho (-6,15%). Os dados foram divulgados na sexta-feira, dia 6. Em Santa Catarina a variação mensal foi de 0,03%, enquanto o acumulado no ano é de 0,37% e o resultado dos últimos doze meses ficou em 2,02%.

O custo nacional da construção, por metro quadrado, que em julho fechou em R$ 835,95, em agosto passou para R$ 840,76, sendo R$ 463,03 relativos aos materiais e R$ 377,73 à mão de obra. Em Santa Catarina, o valor ficou em R$ 885,76.

Na comparação por regiões, o Sul se destaca com alta de 2,02%. As demais apresentaram os seguintes resultados: 0,87% (Norte), 0,33% (Nordeste), 0,23% (Sudeste) e 0,55% (Centro -Oeste). Com relação aos acumulados, a Região Norte apresentou a menor variação no ano (-3,67%), além de ser a mais baixa nos últimos doze meses (-1,34%).

 

Qual a relação entre o jogo de pôquer e negócios?! 

Por incrível que pareça o famoso jogo de cartas virou disciplina para ensinar negócios! Não tolerado, no passado, o recreio pelo jogo aos alunos em sala de aula, agora se tornou ingrediente pedagógico universitário.

No Brasil, a Unicamp é a primeira instituição educacional a iniciar aulas com o carteado, a fim de extrair habilidades e competências necessárias para serem aplicadas em diferentes situações da vida. As famosas universidades americanas, como o Massachusetts Institute of Technology (MIT) e a Universidade de Harvard, já adotam a jogatina com seriedade há mais tempo.

 

Contêineres da BMW chegam ao Porto Itapoá 

Os primeiros contêineres da BMW, após a consolidação de Santa Catarina como a nova casa da montadora no País, chegaram ao Porto Itapoá na última quinta-feira.

Durante todo o mês de setembro 445 unidades estão programadas para serem desembarcadas, todas em Itapoá, no Norte do Estado.

O escritório da BMW em Santa Catarina está sediado no condomínio empresarial Perini Business Park, em Joinville, e a fábrica em Araquari, está prevista para ser inaugurada no segundo semestre de 2014, quando todo o parque fabril da montadora entrará em operação.

 

Samsung sai à frente da Apple na área de aparelhos ‘vestíveis’… além de se tornar, no ano passado, a maior fabricante de smartphones do mundo, agora inova com o inédito relógio-celular chamado Galaxy Gear, abrindo uma nova frente na batalha dos eletrônicos usados no corpo.

 

Eike na liquidação… O empresário Eike Batista pode estar perto de vender o controle de sua mineradora MMX, disse uma pessoa a par do assunto. A corretora holandesa Trafigura e o fundo soberano Mubadala, de Abu Dhabi, apresentariam uma oferta conjunta, e o gigante anglo-suíço Glencore Xstrata apresentaria outra. Separadamente, Batista vendeu outros 5,49% de sua petrolífera OGX.