Por: diario | 30/05/2013

A estimativa do SESC é que mais de 80 mil pessoas se exercitaram por pelo menos 15 minutos

Com o tema “Você se mexe e o mundo mexe junto”, o Dia do Desafio incentivou a prática de exercícios físicos em 180 cidades de Santa Catarina, ontem. O evento é realizado anualmente e este ano mobilizou 1,9 milhão de pessoas em todo o Estado. O objetivo do projeto é fazer as pessoas praticarem algum tipo de exercício físico, como caminhada, corrida, natação, ginástica, brincadeiras ou a atividade de subir escadas por, no mínimo, 15 minutos.

Além da prática de uma atividade física, o Dia do Desafio promove uma competição saudável entre as cidades participantes, ou seja, vence o município que conseguir mobilizar o maior percentual de adeptos. A análise do município competidor teve como base o número de habitantes.

Rio do Sul competiu com São João do Boa Vista (SP). As atividades começaram cedo em escolas e empresas. O Sesc visitou esses locais e tratou logo de fazer todos se mexerem. A premiação, porém, é apenas simbólica, como afirma a organização do evento: “A competição é apenas estímulo à participação. Quem sai ganhando são os envolvidos, que exercitam a integração social, a criatividade, a liderança e o espírito comunitário”, explicou Alessandra Santin, uma das organizadoras do movimento em Rio do Sul.

Em uma empresa de Rio do Sul os 40 funcionários participaram do desafio. Fizeram 15 minutos de alongamento. “Acho muito importante, como nós trabalhamos em uma contabilidade, o dia inteiro sentados e na frente do computador, precisamos nos exercitar. Muitos aqui são sedentários, diversas vezes o corpo pede socorro. Essa iniciativa é importante, mas claro que não fique só por isso, precisamos criar hábitos de uma vida mais saudável”, explicou Naiana Laue, participante do movimento.

O Dia do Desafio é organizado pelo Sesc desde o início e foi realizado pela primeira vez em Santa Catarina em 1997, com a participação de apenas três cidades. Na última edição, 15 anos depois, o número de cidades passou para 156 cidades e 1 milhão de participantes.

A competição é apenas estímulo à participação. Quem sai ganhando são os envolvidos, que exercitam a integração social, a criatividade, a liderança e o espírito comunitário”  – Alessandra Santin

O movimento no Alto Vale mobilizou 26 cidades: Rio do Sul, com movimentações em empresas e também em escolas da cidade, Agronômica, Aurora, Atalanta, Chapadão do Lageado, Braço do Trombudo, Agrolândia, Imbuia, Dona Emma, Laurentino, Ituporanga, Presidente Nereu, Santa Terezinha, Lontras, Pouso Redondo, Presidente Getúlio, Salete, Taió, Vidal Ramos, Vitor Meireles, Witmarsum, Mirim Doce, José Boiteux e Ibirama alunos de todas as escolas estaduais e municipais participaram do desafio.

Em Trombudo Central além das escolas uma mobilização na praça central da cidade chamou os moradores para se movimentar. Foram quase 1,4 mil alunos que se mobilizaram através de caminhada, dança, jogos e educação física; 678 funcionários de empresas da cidade se movimentaram com ginástica laboral; 50 pessoas realizaram uma caminhada na ciclovia, nas academias e 68 auxiliaram na competição; em associações e no comércio 135 pessoas pararam as atividades e se exercitaram por 15min e outras 123 auxiliaram nos horários de futebol, vôlei, bocha, bolão e em clubes.

Em cada município o Sesc e as prefeituras prepararam uma programação diferente para atrair e incentivar a participação do público. Até o fechamento dessa edição o movimento ainda não tinha acabado. O resultado das cidades campeãs está disponível no portal do Sesc na internet.