Por: diario | 08/11/2018

A Prefeitura de Rio do Sul terá apenas serviços essenciais em funcionamento a partir do dia 26 de dezembro. Isso por conta do período de férias dos servidores e o fechamento dos setores do Executivo neste fim de ano.

Serviços essenciais estarão abertos normalmente do dia 26 de dezembro a 4 de janeiro, respeitando o feriado de 1° de janeiro. Setores da Secretaria de Saúde como a UPA, o SAMU, o Serviço de Transporte TFD/Hemodiálise/Ambulância e a Farmácia Central estarão abertos.

Na Secretaria de Educação o setor administrativo iniciará o expediente em 2 de janeiro de 2018. Isso se deve a abertura das unidades de ensino infantil a partir do dia 3 de janeiro, por conta do Programa CEI 12 Meses. A Secretaria de Infraestrutura, através da Diretoria Executiva de Obras, manterá equipes de limpeza urbana e de manutenção emergencial em trabalho normal. A Diretoria Executiva de Agropecuária terá atendimento clínico e inseminações em funcionamento.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

O Cemitério Municipal, mantido pela Secretaria de Administração e Fazenda, também terá expediente, assim como o trabalho será normal da equipe da Guarda Municipal e de Sinalização Viária por parte da Secretaria de Gestão de Governo. Setores como a Divisão de Agricultura, Conselho Tutelar, Assistência Social, Defesa Civil e Controle de Endemias/Controle de Dengue estarão sobre regime de plantão.

No dia 21 de dezembro, o horário de funcionamento da prefeitura será diferenciado, das 7h30 às 13h30, sem intervalo para almoço. Esta medida valerá para todos os setores, exceto os serviços da Guarda Municipal e dos vigias que observarão a escala de trabalho em vigência, já prevista para esta categoria de servidores.

O SAMU, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Serviço de Transporte TFD/Hemodiálise/Ambulância funcionarão no horário normal de trabalho assim como as unidades de ensino infantil. Os servidores cedidos observarão a escala de trabalho vigente junto ao órgão ou entidade cessionária.

Veja também as últimas notícias: