Por: diario | 20/08/2016

A formação de um ciclone e o avanço de uma frente fria provocam pancadas de chuva com raios ao longo do sábado em SC. A Defesa Civil de SC alerta para risco para deslizamentos de terra nos municípios de Rio Negrinho, Irineópolis (ambos no Planalto Norte) e Joinville (Litoral Norte), devido ao acumulado de chuva superior a 70mm em 24 horas e a tendência de continuação dessas chuvas neste sábado. Também foi registrada chuva intensa no Oeste, Meio-Oeste, Vale do Itajaí, Planalto Norte e Litoral Norte. Conforme a Epagri/Ciram, há uma pequena condição de neve no Planalto catarinense nos períodos da noite de sábado e na madrugada e manhã de domingo.

No  SC 114, acesso a cidade de Taió, por volta das 11h, um deslizamento também foi registrado.  No local estiveram máquinas da Secretaria de Obras de Taió para fazer a remoção da terra no asfalto, além disso, a Polícia Rodoviária Federal também atendeu a ocorrência. Em Santa Terezinha, uma queda de muro da Escola Estadual João Kuminek sobre uma residência também foi registrado.

Outras ocorrências

Os últimos dias foram marcados por temporais em todo o estado. O total acumulado entre a noite de quinta e a noite de sexta-feira ficou em torno de 20mm a 30mm em grande parte das regiões. Os maiores totais (40mm a 50mm) foram registrados nas regiões do Extremo-Oeste, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis Serrana. A presença de raios foi intensa, especialmente no período da manhã, quando houve registro de granizo em localidades do Oeste e Meio-Oeste catarinense.

As chuvas estão associadas a um sistema de baixa pressão que se desloca do Paraguai para o Sul Brasil, acompanhado da atuação da corrente de jato subtropical nesta região.

Em Concórdia, o vendaval destelhou três residências no Bairro Santa Rita e uma no Bairro Jardim. Três mil unidades consumidoras ficaram sem energia nos momentos de vento mais forte. Bairros Liberdade, Guilherme Reich, Imperial e boa parte do interior foram os mais atingidos pela queda de energia. Os bombeiros fizeram a entrega de lonas às famílias que tiveram as casas atingidas.

Em Lages, neste sábado, houve registro de inundação no Bairro Beatriz, devido à construção de uma galeria, que acabou obstruindo o fluxo natural do córrego que corta o bairro. Também houve deslizamento de pedras no Bairro Morro do Posto. A Defesa Civil verifica a possibilidade de interdição de residências e retirada das pedras.

Segundo o relatório atualizado da Defesa Civil, também houve destelhamentos em Joaçaba, Herval d’Oeste e Ponte Serrada.