Por: diario | 20/08/2016

Helena Marquardt

Aos poucos, o Superior Tribunal Eleitoral (TRE) vai atualizando os dados enviados pelos candidatos através do sistema DivulgaCandContas e a população pode ficar sabendo, por exemplo, quais são os bens declarados pelos políticos seja em automóveis, imóveis e até dinheiro na poupança. Um levantamento realizado pelo Jornal Diário do Alto Vale nas principais cidades da região mostra que o patrimônio varia bastante e pode ser de R$ 195 mil até mais de R$ 2 milhões.

Quem lidera o ranking dos mais ricos é o prefeito de Ibirama, Osvaldo Beltramini (PMDB), que é candidato a reeleição e declarou ter bens no valor de R$ 2.197.682,21, entre imóveis, cotas em empresas e aplicações, inclusive ações na Petrobras e Vale do Rio Doce. Entre os adversários dele, Cesário Rossini (PP) declarou ter R$ 1.025.837 em cotas em uma empresa e ações. Jair Francisco (PSB) declarou R$ 1.066.431,45 entre imóveis, cotas em uma empresa, aplicações e dois automóveis.  Dirceu Leite (Rede), informou patrimônio de R$ 195.056,47 entre um imóvel, um automóvel e saldo em conta.

O candidato de Taió pelo PSDB, Almir Reni Guski aparece em segundo no ranking dos mais ricos com bem declarados no valor de R$ 2.074.000,00. O valor corresponde a um automóvel do modelo Fiat Strada Working ano 2014, cotas de 99% do capital social de uma empresa, um terreno rural, uma casa e R$ 200 mil em espécie.

O adversário dele, Jonas Gomes, do PSD, declarou bens no valor de R$652.144,30 que correspondem a parte de um terreno urbano, parte de uma loja, uma caminhonete Ford F250 de ano não informado, uma Mercedes de ano não informado, um Renault Duster ano 2012 um terreno urbano e um rural, participação em uma empresa de tecidos em nome da esposa e parte de um terreno rural.

Em Ituporanga o candidato do PSB, Geison Kurtz, declarou bens de R$ 282.300,00 que equivalem a saldo em conta corrente, metade de dois terrenos rurais, cotas de duas empresas, um Jipe Range Rover ano 2008, uma Saveiro ano 2006, uma carreta reboque ano 2003 e R$ 50 mil em espécie.

Já o outro candidato de Ituporanga, Osni de Fragas, conhecido como Lorinho e que já foi prefeito da cidade por dois mandatos, declarou que tem R$353.642,37 em bens sendo um imóvel e R$ 54 mil em espécie.

O atual prefeito de Rio do Sul Garibaldi Antonio Ayroso, candidato à reeleição pelo PMDB, ficou em terceiro no ranking dos mais ricos e declarou bens no valor de quase R$ 1,5 milhão. Na lista repassada ao TRE estão cotas em uma empresa lotérica, em nome dele e da esposa, cotas de uma empresa de tecidos, em nome da esposa, aplicações bancárias, imóveis e um automóvel Gol ano 2012.

Já o candidato Jean de Liz, do PT, declarou bens no valor total de R$471.791,77. A quantia corresponde a dois automóveis de modelo não informado, um sítio, partes de dois terrenos, um apartamento e aplicações bancárias que somam R$ 11.500,00.

José Thomé, do PSDB que também está na disputa em Rio do Sul, declarou patrimônio de R$ 347.933,00, que corresponde a um apartamento, cotas de uma empresa de contabilidade e ainda cotas de uma empresa de boliche.