Por: diario | 27/03/2017

As fortes restrições de importadores a carne brasileira após Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, já geraram um prejuízo ao país de cerca de R$ 130 milhões, segundo informa o Estado de S.Paulo.

Deflagrada após dois anos de investigações contra frigoríferos e servidores públicos, a ação da PF tem sofrido críticas por erros de comunicação cometidos na divulgação. Muitos alimentos hoje estão parados em portos à espera de liberação.

Enquanto o setor vive momento considerado dramático por especialistas, o assunto continua em destaque nos principais jornais do país. “Exportação de carne perde US$ 130 mi em uma semana”, sublinha o Estadão.

A manchete da Folha de S.Paulo informa que uma estratégia da Odebrecht era fazer operações no exterior em que prejuízo fictício saía da contabilidade e se tornava, na verdade, caixa dois distribuído pela empreiteira.

Segundo o matutino, depoimentos de ex-executivos, hoje delatores, detalham o funcionamento da chamada “máquina de propina”. “Odebrecht cometia fraude no exterior para pagar propina”, afirma o jornal.