Por: diario | 26/07/2018

Nesta segunda-feira (23), na Câmara de Vereadores de Taió, aconteceram duas Sessões Extraordinárias para que os vereadores pudessem apreciar o Projeto de Lei que trata da renovação do convênio entre o município de Taió e o Hospital e Maternidade Dona Lisette.

A votação ocorreu em dois turnos e o PL foi aprovado por sete votos a um. O único voto contrário à proposta foi o do vereador Valdecir João da Cruz ‘Capilé’ (PR). Ele alegou que faltou uma planilha que especifica o valor de cada procedimento. “Como não veio bem explanado, bem esclarecido para nós esse projeto, eu quero deixar aqui que meu voto será contrário a esse convênio. Sou contrário sobre essa planilha que deveria estar aqui bem explicado e bem orientado a forma que seria investido esse recurso”, disse.

“Do meu ponto de vista isso não impede a aprovação do Projeto”, disse o vereador Jair Alberto das Neves, o Jinho (PP), onde considerou que a falta da planilha com preços unitários não impediria a aprovação do convênio. “A gente está fazendo a indicação para que anexem isso ao projeto”, completou.
O convênio aprovado prevê a prestação e gestão integral dos serviços médicos do pronto atendimento em urgência e emergência do hospital, além de especialidades de consultas, exames e cirurgias agendadas mensalmente.

O repasse mensal feito pelo Município se mantém o mesmo até o fim deste ano, que gira em torno de R$ 320 mil. Em janeiro de 2019 o valor será reajustado conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e terá como cálculo base o percentual dos últimos 12 meses.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Câmara de Taió repassa R$ 115 mil para a Prefeitura

Na manhã desta quarta-feira, a Câmara de Vereadores de Taió repassou ao Executivo o montante no valor de R$ 115 mil. A entrega do cheque simbólico aconteceu pelo presidente da Casa, Tiago Maestri e demais vereadores, ao prefeito Almir Reni Guski e ao vice-prefeito Horst Alexandre Purnhagen. O ato ocorreu no gabinete do prefeito.
“Em tempos tão difíceis de orçamento, a Câmara tem contribuído muito para garantir a continuidade dos serviços da gestão municipal”, agradeceu Guski.
Essa foi à segunda devolução do ano feita pela Câmara de Taió, a primeira ocorreu em abril, quando foram repassados R$ 50 mil ao Executivo, que destinou o recurso para ajudar o Corpo de Bombeiros Militar na compra de uma ambulância nova. Em menos de dois anos a Legislatura atual já repassou ao poder Executivo a quantia de R$ 725 mil.

Destino do recurso

Destes R$ 115 mil, R$ 60 mil serão destinados à Secretaria de Obras, R$ 50 mil para a primeira etapa da construção da sala de tomografia no Hospital e Maternidade Dona Lisette e R$ 5 mil para a Olimbairros.
Esta será a primeira vez que um repasse será aproveitado em três ações distintas. “É muito bom saber que um mesmo repasse, fruto da gestão que implantamos para fazer economia, vai ser aproveitado em três destinos diferentes. Mais uma vez mostramos que a união entre Câmara e Prefeitura traz benefícios para a população”, disse Maestri.