Por: diario | 10/07/2019

Um documento de iniciativa dos comerciantes de Rio do Sul, que já tem quase 1.500 assinaturas coletadas, pede a instalação de uma faixa elevada na Avenida Oscar Barcelos, que recebeu uma terceira faixa no mês de maio, e deve ser protocolado na Câmara de Vereadores na próxima semana. A justificativa, é a alta velocidade que os veículos estão trafegando no local, colocando em risco a vida das pessoas.

De acordo com o comerciante Silas Ferreira, depois que a terceira faixa foi implantada, o número de acidentes subiu muito e a imprudência com o excesso de velocidade, também. “A gente tinha que fazer alguma coisa antes que aconteça uma tragédia, com vítima fatal. Todos os dias estão acontecendo acidentes na Avenida depois da ampliação das três faixas. Ontem, por exemplo, aconteceu um que envolveu três veículos”.

Ele disse ainda, que antes, quando eram somente as duas faixas, a velocidade acabava se limitando por conta dos estacionamentos dos dois lados da pista. “Agora está aberto e o pessoal passa muito rápido, principalmente quando eles veem que o sinal vai fechar. A gente escuta a todo momento freadas, buzinadas, e todos os dias batidas, só não houveram vítimas fatais ainda, mas até carro em cima da calçada já parou”.

O vereador Mario Sérgio Stramosk está apoiando a ação dos comerciantes e frisou a importância da instalação da faixa, principalmente para a segurança dos pedestres que utilizam a escadaria do antigo Terminal Rodoviário, ao lado da filial do “Vavá”, e atravessam a Avenida. “Eu estive conversando com os comerciantes da região e eles me mostraram a situação atual. Antes como eram duas pistas não era tão grave, mas como foi transformado em três vias ficou bem mais difícil. Nós ficamos um tempo observando a situação e realmente, as pessoas saem ali da escadaria da antiga rodoviária e passam para aquele comércio do outro lado da rua, correndo bastante risco. Apesar de saber que ali existe semáforo e outra faixa, o pessoal acaba atravessando ali e os motoristas que vêm da Rua XV em direção ao Centro, quando eles veem que o sinal está fechando, eles aumentam ainda mais a velocidade, o que traz mais perigo aos pedestres que passam ali”. De acordo com Mario, o pedido inicial era que fosse feito somente uma lombada física, mas, para beneficiar os pedestres, surgiu a ideia de implantar uma faixa elevada. “O que os comerciantes pediram é que a gente lutasse para que conseguisse ali uma lombada física e a gente pensou então de fazer uma lombada já servindo para o pedestre, se tornando uma faixa elevada, que beneficiará o pedestre e reduzirá a velocidade”.

Agora, os comerciantes estão finalizando o recolhimento de assinaturas e provavelmente no início da semana que vem, o abaixo-assinado será protocolado na Câmara de Vereadores e entregue à Administração Municipal, para que seja encaminhado ao setor de trânsito. “A gente acredita muito que o prefeito juntamente com o setor de transito, vá atender essa solicitação, já que é um pedido da comunidade e a gente enquanto vereador está apenas encaminhando e dando apoio, e é uma necessidade já que houve toda a mudança na via”, finalizou Mario.

Comerciantes reclamam de redução de movimento de clientes

A notícia da ampliação, em maio, agradou algumas pessoas que trafegam pelo local com frequência, mas desagradou a alguns comerciantes de parte do trecho, onde foram retiradas as vagas de estacionamento. Muitos fizeram várias reuniões e inclusive um abaixo-assinado que foi entregue à Administração de Rio do Sul, no mesmo mês.

No entanto, um acordo foi feito entre o Executivo e o comércio e as fixas foram implantadas. De acordo com Silas, hoje, os comerciantes inclusive do Centro, sentiram redução no movimento de clientes do comércio. “O movimento reduziu e não somente na Oscar Barcelos. Já ouvi reclamação de baixa no movimento no Centro de Rio do Sul, já que muita gente deixava o carro estacionado aqui na Avenida porque era mais fácil de encontrar vagas, mas ia fazer compras em lojas de outras ruas”.

Sobre a ampliação

O trecho de aproximadamente 550 metros, inicia a partir do túnel da Rua Tuiuti e vai até o Terminal Rodoviário, próximo ao Supermercado Nardelli. As vagas de estacionamento rotativo deste perímetro foram retiradas para diminuir as filas, já que o fluxo de carros no local é grande durante os horários de pico e em dias de chuva. A decisão para tornar a Avenida uma via com três faixas, partiu da intenção da Administração Municipal de diminuir as filas de veículos nos horários de pico e nos dias de chuva. Antes disso, estudos foram feitos para ver a real necessidade e viabilidade da mudança.

Elisiane Maciel