Por: diario | 20/07/2018

A Sociedade Esportiva e Recreativa Albertinense recebeu na noite dessa quinta-feira (19) a abertura oficial do Campeonato Catarinense Taça Prata 2018 de Bolão 23 Masculino.

O evento esportivo reunirá entre os dias 19 a 22 de julho, 11 equipes de diferentes cidades de Santa Catarina em disputas da modalidade. As equipes participantes do campeonato são: Albertinense, de Rio do Sul, Baependi, de Jaraguá do Sul, 23 de Setembro, de São Bento do Sul, Santa Cruz, de Canoinhas, Floresta, de Agrolândia, Bola de Ouro, Santa Cecília, Hervalense, de Herval d´Oeste, Velha Central, de Blumenau, Campo Alegre, de Campo Alegre, Floresta, de Videira e Caramuru, de Chapecó.

 

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

 

São esperados mais de 100 atletas que irão movimentar o evento na cidade. Jogam 10 atletas por equipe, que podem ser substituídos por até 3 vezes por partida. Segundo um dos organizadores do evento, Marcos Jackisch, o campeonato será bem competitivo, pelo fato das canchas do Albertinense serem canchas de fácil adaptação para as equipes de fora e pelo excelente nível dessas equipes. Ele comenta ainda que o time de Rio do Sul terá que se esforçar muito para tentar conquistar esse título.

Marcos ressalta ainda, que uma das novidades dessa competição, será a transmissão ao vivo através da página do Facebook Albertina Bolão 23 Masculino. “Isso é uma novidade para essa modalidade, fazer uma transmissão profissional para que os amantes do Bolão 23 de todos os locais possam acompanhar essa competição que promete ser de muita emoção”, comenta. A abertura do evento foi nessa quinta às 20h15, a primeira partida iniciou às 21h30 entre as equipes da Albertinense e Santa Cruz de Canoinhas.

Bolão um dos esportes mais antigos praticado

O chamado bolão é ancestral ao boliche, sendo uma espécie de descendente, ele surgiu há mais de três mil anos. Na região do Alto Vale o esporte é muito praticado, principalmente a partir da herança da colonização ítalo-germânica.

Porém ainda sem muita tradição em competições esportivas por aqui, a última vez que a cidade recebeu um evento dessa modalidade já fazem mais de uma década.

O organizador ressalta a importância de eventos esportivos como este para o esporte. “Um campeonato como esse é importante para a modalidade, pois além de movimentar a cidade, divulgará Rio do Sul para outros locais do estado através dos atletas que estarão presentes na competição, assim como as pessoas que assistirão a transmissão ao vivo”, finaliza Marcos.

Susana Lima